“Vamos honrar a história da Diplomata”, diz Kaefer após reassumir empresa

Kaefer reassumiu o grupo nesta terça-feira (Luiz Carlos da Cruz/Boa Noite!)

O empresário e deputado federal Alfredo Kaefer retomou no final da manhã desta terça-feira (20) as atividades do Grupo Diplomata. Por volta do meio dia, um oficial de Justiça esteve na sede do grupo, na Avenida Tancredo Neves, para fazer a transição do gestor judicial Cesar Scherer para Kaefer. Uma liminar do STJ (Superior Tribunal de Justiça) afastou o gestor judicial, porque havia um descumprimento de um acórdão que havia anulado a sentença de falência.

O Grupo Diplomata havia solicitado recuperação judicial em agosto de 2014, mas em dezembro do mesmo ano o juiz Pedro Ivo Lins Moreira, da 1ª Vara Cível da Comarca de Cascavel, decidiu transformar a recuperação em falência, mas manteve alguns negócios sob comando de um gestor judicial.

Recentemente o magistrado renomeou os administradores judiciais, mesmo com a sentença do STJ que anulou a falência e determinou o retorno dos proprietários ao comando da empresa.  Clarice Roman, administradora do grupo, entrou com uma reclamação no STJ que, por meio de liminar, afastou a administração judicial e determinou a recondução imediata dos proprietários ao negócio.

Kaefer e a esposa Clarice Roman chegam ao prédio para reassumir o grupo empresarial (Luiz Carlos da Cruz/Boa Noite!)

Kaefer disse que o primeiro passo agora é conhecer a real situação da empresa para elaborar o novo plano de recuperação judicial que precisa estar pronto dentro de 60 dias, conforme prevê a legislação. “Vamos honrar a história da Diplomata que durante muitos anos cresceu”, disse o empresário.

A Diplomata, que atua em várias áreas, mas tem no frigorífico de frango o seu carro-chefe, já chegou a empregar 8,5 mil trabalhadores. Atualmente são pouco mais de mil funcionários. Kaefer afirmou que como novas ações não somente manterá o quadro de colaboradores como deverá, em breve, aumentar o volume de funcionários.

Foram 932 dias afastados devido a “maldita falência”, como classificou o empresário. Agora, após uma análise criteriosa da situação, Kaefer pretende fazer um plano de pagamento aos credores e paralelamente um plano de negócios.

Jornais

Kaefer também reassumiu o comando dos jornais O Paraná e Hoje, que foram colocados no processo de falência pela Justiça, mesmo sendo superavitários. Agora, com a anulação da sentença, em tese os jornais estão em situação normal e fora da recuperação judicial.

Gestor judicial

O até então gestor judicial, Cesar Scherer, disse que está entregando o frigorífico em boas condições. “A Dip Frango está bem, conseguiu restabelecer o crédito e estamos entregando com uma situação financeira privilegiada”, afirma.

 

 

 

 

 

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.