Univel promove a 10°Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho

Com o tema “Saúde em dia: mostre seu amor pela vida!”, ocorreu a 10° SIPAT com uma programação especial que contou com palestras que abordaram sobre a importância do cuidado com a saúde mental e física 

Com o objetivo de auxiliar na promoção da saúde e segurança no ambiente de trabalho. Recentemente ocorreu a 10° Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) do Centro Universitário de Cascavel – Univel, com uma programação especial para os colaboradores. O tema escolhido neste ano foi “Saúde em dia: mostre seu amor pela vida!”, para abordar sobre esse tema foi realizada uma programação com palestras sobre propósito de vida, saúde mental, alimentação saudável e atividade surpresa de fisioterapia.

Para conversar com os colaboradores sobre propósito de vida, a convidada especial Fernanda Lemes, apresentou a palestra “Viver de propósito?”. Durante a palestra ela contou sobre a sua carreira e levou a reflexão para os colaboradores presentes sobre quais são os propósitos de cada um. “Meu propósito de vida é levar felicidade ao mundo através do empoderamento das pessoas, ajudando elas a encontrar a sua essência”, contou Fernanda.

Em seguida, a psicóloga e docente do curso de Psicologia da Univel, Maira Cabreira, sobre o tema “Como cuidar da nossa saúde mental”. Para a psicóloga quando pensamos em saúde, normalmente pensamos na saúde física, já que os sinais de que algo está errado geralmente são claros, mas a saúde mental quando está frágil também apresenta sinais. Durante a apresentação ela realizou uma dinâmica com os colaboradores, chamada “A árvore da saúde mental”, em que cada um escreveu em um papel palavras ou frases que definem o que precisamos para cuidar da nossa saúde mental.

Com o tema “Alimentação saudável como fator de prevenção do câncer”, a nutricionista e coordenadora dos cursos de Nutrição e Gastronomia da Univel, Raquel Eckert Dreher, abordou a importância de uma alimentação saudável e entre outros fatores que interferem no desenvolvimento do câncer. “De quatro pessoas com o diagnóstico de câncer, três delas desenvolvem a doença por hábitos de vida por fatores que a gente pode escolher, por isso nós temos que falar sobre isso, às vezes nos apegamos a ideia de que o diagnóstico da doença é sempre genético, mas muitos dos diagnósticos poderiam ser prevenidos, se soubéssemos o que fazer para prevenir”, reforça Raquel.

Para terminar a programação, foi realizada uma atividade surpresa, com professores e acadêmicos do curso de Fisioterapia.

Foto e Texto: Assessoria Univel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.