Trabalho do Mutirão Água Boa-Cidade limpa prossegue na Região Norte de Cascavel

O Mutirão Água Boa-Cidade Limpa teve início no dia 11 de abril como forma de chamar atenção da população para necessidade de combater a dengue. Porém, o trabalho ainda não foi concluído e, surpreendentemente, até agora foram recolhidas mais de 30 mil toneladas de lixo e entulho depositados em frente às residências. Este material foi retirado dos quintais em atendimento a um chamamento do Governo Municipal para que as famílias eliminassem todo e qualquer tido de material que pudesse se transformar em um criadouro do mosquito transmissor da dengue.

Nesta terça-feira (28), os trabalhos serão iniciados nos bairros Interlagos, Tarumã, Brasmadeira e Sanga Funda (Secom)

Apesar do longo período de mutirão, o trabalho está na chegando à reta final. “Na semana passada iniciamos a limpeza das ruas nos bairros da zona norte da cidade que reúne Cataratas, Periolo, Morumbi, Brasília, Floresta, Interlagos e Brasmadeira, trabalho que retomamos hoje. Dentro destes bairros há muitos loteamentos e alguns deles são maiores que os próprios bairros e estaremos atendendo a todos eles com a coleta do resíduo depositado em frente às casas”, disse o gestor do Território Cidadão, José Carlos da Costa, o Cocão. Ainda de acordo com ele, nesta terça-feira, (28) deve ser encerrado o trabalho na região do Bairro Floresta. E o mutirão seguirá para os bairros Interlagos, Tarumã, Brasmadeira e Sanga Funda. “Acredito que com mais duas semanas de trabalho concluiremos o Mutirão”, revelou Cocão.

A fase final do mutirão vai acontecer com o atendimento da área central e os bairros Cancelli, Country e Canadá. “Estas serão as últimas regiões a serem atendidas pelo Mutirão, onde vamos concluir os trabalhos”, disse Ailton Lima, gerente do Território Cidadão.

Pneus

Os pneus recolhidos durante o Mutirão estão sendo levados para a sede do Ecolixo, localizado da Rua Manaus, onde ainda restam cerca de duas mil unidades armazenadas para serem levadas reciclagem. Segundo o gestor do Território Cidadão, os pneus foram retirados da frente das casas e também de terrenos baldios. “Todos os pneus que as pessoas colocaram em frente suas residências foram recolhidos e estamos dando a eles uma destinação correta que é a reciclagem. Este material é usado por empresas de cimento em suas usinas e também  em asfalto”, explicou.

Mais de 16 mil pneus foram recolhidos das ruas de Cascavel em pouco mais de 40 dias de Mutirão. “Mas, antes de levarmos este material para o Ecolixo, estávamos direcionando para a sede da empresa recicladora, mas lá o espaço disponível ficou lotado e precisamos arrumar outro lugar para o depósito. O Ecolixo foi o local mais apropriado que encontramos até que o carregamento seja feito”, disse Cocão.

Um cuidado tomado pelos coordenadores do Mutirão ao depositar os pneus no Ecolixo é a constante vistoria pelo Setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde para se evitar o acúmulo de água e a proliferação das larvas do mosquito transmissor da dengue. “Constantemente, as equipes fazem a pulverização de inseticida para combater o mosquito. Esta iniciativa foi mantida desde o início do armazenamento dos pneus no Ecolixo. São cuidados que garantem a eliminação de criadouros”, completou Ailton Lima.

(Secom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.