Suposta traição de Pyong “tem que ser vista no contexto”, diz diretor

Rodrigo Carelli, diretor de realitys da Record, diz que as pessoas só saberão o que aconteceu no Ilha Record quando assistirem ao programa

Rodrigo Carelli, diretor de realitys shows da RecordTV, afirmou que a suposta traição de Pyong Lee no Ilha Record “precisa ser vista vista dentro do contexto”.

“As pessoas só vão entender os contextos quando for exibido mesmo”, disse Carelli, em entrevista ao UOL, nesta quarta-feira (21/7).

Sammy Lee anunciou o fim do casamento com Pyong na segunda-feira (19/7), após a RecordTV divulgar uma chamada do programa “Ilha Record”, no qual o hipnólogo aparece deitado na cama ao lado de um participante.

Boatos de que ele teria traído sua mulher no reality show estavam circulando há semanas, inclusive com Sammy negando o suposto affair e indicando no início de julho que Pyong “não havia caído em tentação” naquela vez.

“Vocês sabem o quanto eu tentei, o quanto errei em mentir para mim, para salvar esse casamento. Jesus, o que eu faço? Entrego minha vida em tuas mãos, Deus, por favor não deixa meu filho sentir a dor. Filho, escrever isso com você no colo é doloroso demais”, escreveu Sammy no Instagram.

Em seguida, afirmou: “Sim, meu casamento chegou ao fim. Me faltam forças para digitar mais alguma coisa”.

(Metrópoles)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.