Servidor do Instituto Ambiental do Paraná é preso preventivamente em Francisco Beltrão por interferir em investigações conduzidas pelo Gaeco

Em Francisco Beltrão, Oeste do estado, o Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo Regional do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu nesta sexta feira, 17 de maio, mandado de prisão preventiva contra servidor do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Ele é investigado no contexto da Operação Contrapartida, deflagrada em abril pelo MPPR, que apura o envolvimento de particulares, empresários, profissionais liberais e funcionários públicos na prática dos crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa. O servidor, que foi preso porque estava interferindo na coleta de provas e apuração dos fatos, atuava no IAP em Pato Branco, mas está afastado do cargo por determinação judicial.

(Fonte: MPPR)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.