Satisfação aos homens?

Fábio Amaro é o é palestrante e estudioso bíblico

Não é muito difícil identificar uma religião vazia e enganadora. Aquela que é criada por homens e para os homens. Uma igreja que ensina os seus membros a idolatrar seus líderes ou a defender o nome que a identifica numa placa, em hipótese alguma servirá a Deus.

“A minha igreja é melhor que a sua”; “Os pastores de minha igreja são mais sábios do que os da sua”; “O meu pastor venceu o seu pastor no debate”… Frases como essas são o verdadeiro testemunho do vazio espiritual que há nas mentes daqueles que existem para dar satisfações aos homens. Que se se realizam em se apresentar para os homens, porque querem a aprovação e o aplauso dos homens.

O apóstolo Paulo ensina ao jovem Timóteo que o verdadeiro servo procura se apresentar a Deus e não aos homens. Apenas os religiosos hipócritas fazem o que fazem para serem vistos pelos homens (Mt 6.5 e 23.5). Agradam, elogiam, louvam… porque querem receber tudo isso de volta.

Quando se prega para agradar os homens, a verdade contida na Palavra de Deus não é dita de forma completa e clara, mas alterada para agradar aos ouvidos, pois são esperados em troca muitos améns e aplausos em reconhecimento ao gentil pregador ou ensinador.

Seria por isso que as verdades bíblicas estão sendo substituídas por palestras de auto-estima, autoajuda e secularidades?

O verdadeiro pregador da Palavra de Deus não prega suas próprias palavras. O verdadeiro obreiro de Cristo copia o Seu exemplo, que mesmo sendo o Filho de Deus não ousou falar Suas próprias palavras, mas falou somente e exatamente o que o Pai lhe mandou falar (João 17.8).

O verdadeiro obreiro de Cristo deve manejar bem a Palavra de Deus e não as suas próprias palavras. É a Bíblia Sagrada que o verdadeiro obreiro de Cristo deve manejar. Os que querem agradar aos homens são diferentes. Sua linguagem filosófica e com erudição precisam testemunhar da sua cultura e inteligência.

Neles não há o zelo santo em pregar o evangelho simples e deixar que o poder de Deus possa agir nas pessoas. A glória não pode ser de Deus, mas deles. Explicar a Bíblia com a própria Bíblia é trabalhoso demais e requer comunhão e sacrifício. Então, preferem as explicações filosóficas, sem um claro ASSIM DIZ O SENHOR, pois só assim terá pessoas lhes perguntando as explicações que suas mentes não podem compreender. Querem dominar e não libertar as pessoas para que andem com suas próprias pernas.

Quem procura agradar aos homens, certamente vai desagradar a Deus, pois quem busca ser amigo dos homens (favor deles), se constitui, automaticamente, inimigo de Deus (Tg 4.4).

Pregar a verdade pelas Escrituras Sagradas requer muita intimidade com ela, mas sobretudo, com o autor da mesma. O Senhor nos convida a bebermos direto dessa fonte.

Fábio Amaro é o é palestrante e estudioso bíblico

 

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.