Sargento do Exército é investigado por estupro no PR

O militar foi preso na semana passada, em 14 de agosto, e outros três suspeitos foram detidos na segunda-feira (17)

A Polícia Civil confirmou que investiga a participação de um sargento do Exército no estupro coletivo contra uma jovem, de 19 anos, com problemas cognitivos, em Apucarana. O militar foi preso na semana passada, em 14 de agosto, e outros três suspeitos foram detidos na segunda-feira (17).

De acordo com informações repassadas ao G1, o comando do 30º Batalhão de Infantaria Mecanizada (BIMEc) colaborou com as investigações da polícia e ajudou a identificar o sargento suspeito de participar do crime.

Ao TNOnline o Exército afirmou que se manifestará por meio de uma nota oficial ainda nesta quinta-feira (20).

Investigação – O crime aconteceu em 23 de julho. Imagens de uma câmera de segurança no local onde a vítima foi abordada ajudaram a identificar os suspeitos. Segundo a Polícia Civil, nas imagens é possível ver o carro em que estavam os quatro investigados. O veículo, que seria do sargento, para e logo depois some do vídeo levando a vítima. A jovem é aluna da Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Apucarana e toma remédios controlados para depressão e convulsão.

A Polícia Civil chegou até o militar do Exército após receber uma denúncia anônima. “Pedimos ajuda do Comando do Exército para saber se o carro que apareceu nas imagens pertencia a um dos militares e eles, prontamente, descobriram de quem era o veículo. Nos apresentaram as informações que precisávamos, pois eles não compactuam com esse tipo de atitude”, disse a delegada Sandra Nepomuceno ao site G1.

Foto: Reprodução/G1/Polícia Civil

Informações Tnonline

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.