Santello assumiu vaga na Câmara outras vezes em momentos de turbulência política

Santello concede entrevista em 2011 após votar contra a investigação de Edgar Bueno (Isac Lira)

O professor Nildo Santello (PSC), que assumiu na manhã desta segunda-feira (19) como vereador interino durante o período de licença de Alécio Espínola (PSC), ocupa a função pela terceira vez, sempre interinamente.

A primeira vez que ele se tornou vereador, em agosto de 2011, foi também a mais polêmica de todas. Santello assumiu por apenas uma sessão para votar o pedido de abertura de investigação contra o então prefeito Edgar Bueno (PDT), por suspeita de aquisição de uniforme escolar superfaturado.

Na época filiado ao PSL, Santello fazia parte do grupo de apoio a Edgar e votou contra o processo de investigação do prefeito. O pedido acabou arquivado por 9 votos a 4. Apenas os então vereadores Júlio Cesar Leme da Silva, Paulo Tonin, Léo Mion e Otto Reis votaram a favor do processo de investigação.

Santello ocupou a vaga do então presidente do Legislativo, Marcos Sotille Damasceno (PDT), que foi afastado da sessão pela Justiça devido ao grau de parentesco com Edgar Bueno. Damasceno é sobrinho do ex-prefeito. A votação que absolveu Edgar aconteceu no dia 9 de agosto de 2011.

2ª posse

Segunda posse em setembro de 2012, junto com o então suplente Gugu Bueno (Flávio Ulsenheimer)

Em setembro de 2012, Santello assumiu novamente a vaga de Damasceno que outra vez foi afastado pela Justiça supostamente por manobras para beneficiar Edgar Bueno que era investigado na chamada CPI das Pedras. Ele era o segundo suplente, mas como Valdecir Nath, o primeiro da lista, não aceitou assumir a função por estar diante da Secretaria de Educação, Santello acabou ocupando a vaga. Santello assumiu interinamente junto com Gugu Bueno (PDT), que ocupou a vaga de Paulo Bebber (PR), também afastado judicialmente. Na época, o atual presidente do Legislativo também era suplente.

Agora, ele deve ficar na Câmara de Vereadores pelos próximos 30 dias, enquanto o vereador Alécio Espínola faz tratamento de saúde.

Hoje, ele assume como integrante do grupo político de Leonaldo Paranhos (PSC).

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.