Sanepar lança atividade especial para Educação Infantil

A história do maior rio Paraná, o Iguaçu, pode ser vivenciada por crianças da Educação Infantil, em Curitiba. Apesar de julho ser momento de pausa nas atividades em sala, a novidade vem em boa hora para os educadores, uma vez que o recesso escolar também é dedicado ao planejamento para o próximo período.

Mantido pela Sanepar, o espaço de educação ambiental Memorial do Rio Iguaçu iniciou, nesta virada de semestre, um atendimento especial para receber turmas escolares de crianças com mais de 6 anos de idade.

A professora Andressa Castro de Paula, do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Vila Verde II, foi uma das primeiras a conferir a atividade, concluindo em campo uma extensa programação ambiental elaborada previamente. Após trabalhar o tema na escola, em casa, envolvendo famílias e comunidade, sua turma de 16 alunos participou da visita e aprovou a proposta.

“A aula de campo contribuiu muito, permitindo ampliar o olhar das crianças. Além de conhecer o Rio Iguaçu, aprenderam com brincadeiras e atividades lúdicas como evitar o desperdício de água. Foi muito enriquecedor”, avalia a professora.

O coordenador dos Centros de Educação Socioambiental da Sanepar, Junio Ferreira Lima, explica que um dos momentos mais propícios para despertar a consciência ambiental de futuros cidadãos é nos primeiros anos de atividade escolar.

De acordo com ele, a educação ambiental na infância desperta a consciência de preservação e cidadania. “Ao demonstrar a importância do uso racional dos recursos naturais, transmitimos às crianças as noções de preservação, responsabilidade individual, de equilíbrio entre a natureza e o homem. Quanto mais cedo for trabalhada a educação ambiental, maiores são as chances de impactar as práticas do dia a dia”, explica Lima.

O espaço funciona dentro do Parque do Centenário da Imigração Japonesa, às margens do Rio Iguaçu. Ali, é possível conhecer os aspectos históricos, geográficos, sociais e também propostas de ações sustentáveis para a Bacia do Rio Iguaçu, compreendendo toda a sua extensão, desde as nascentes próximas a Curitiba até as Cataratas, em Foz do Iguaçu. Dinâmicas e atividades práticas foram desenvolvidas por monitores especializados para transmitir os principais conceitos da preservação do rio para crianças a partir de 6 anos.

COMO AGENDAR – Educadores e escolas interessadas podem solicitar visitas gratuitas de campo, conforme disponibilidade dos monitores. O atendimento é feito de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, mediante agendamento. Solicitações podem ser enviadas por e-mail http://visitas@sanepar.com.br ou no site da Sanepar, na aba Locais de Visitação.

ESTRUTURA – O prédio tem sala multimídia e auditório para 120 pessoas, onde são promovidos cursos de capacitação, palestras e eventos voltados à temática ambiental. Parte da energia elétrica consumida no local é gerada no próprio memorial por placas de energia fotovoltaica.

Em uma área de 301,4 mil metros quadrados, o espaço tem 3 quilômetros de ciclovia, pista para caminhada, um campo de futebol oficial e espaço para estacionamento. O local pertence à Prefeitura de Curitiba e foi cedido para uso da Sanepar em dezembro de 2017.

Além do atendimento monitorado, o memorial é aberto à visitação para a comunidade, de terça a domingo, das 9h às 17h. O Memorial e o Parque do Centenário da Imigração Japonesa estão situados na Avenida Comendador Franco, sem número, no bairro Uberaba, em Curitiba.

(AENotícias)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.