Ruy Barrozo é condenado pela justiça por divulgar supostas Fake News

O colunista social Ruy Barrozo foi condenado pela Justiça Eleitoral de Curitiba pela atitude de espalhar notícia falsa contra o pré-candidato à Prefeitura de Curitiba, deputado federal Ney Leprevost, principal adversário do atual prefeito na corrida eleitoral de 15 de novembro.

A decisão foi proferida na segunda-feira, dia 14, pelo juiz da 177ª Zona Eleitoral, Rodrigo Domingos Peluso Junior, que considerou propaganda eleitoral negativa antecipada contra o pré-candidato Ney Leprevost. Em seu despacho, o juiz determinou a imediata exclusão da notícia falsa nos meios de comunicação onde foi divulgada e fixou multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para ser pago pelo colunista social pelo ilícito cometido.

O advogado Guilherme Gonçalves, da equipe do GSG Advocacia que representa Leprevost, afirmou que a informação não foi verificada e, sequer confirmada com a equipe do pré-candidato, o que pode induzir os leitores a acreditarem na mentira. “A Justiça Eleitoral de Curitiba já demonstrou que vai ser bem atuante no combate as ‘Fakes News’. E esse foi nosso recado para inibir essa prática ilegal: publicou ou compartilhou notícia falsa vai ser responsabilizado”, disse.

No texto veiculado no jornal, o colunista afirmou que: “Mudança de Rumo – Exclusivo” O atual deputado federal Ney Leprevost “desistiu” de concorrer à Prefeitura Municipal nas próximas eleições para apoiar a reeleição do atual prefeito – Rafael Greca.

Ney Leprevost vem sofrendo sucessivos ataques, em uma desesperada tentativa de minar a candidatura dele ao Palácio 29 de Março.

(Via Assessoria de Imprensa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.