Riviera: às vésperas do fim do prazo, apenas 53,39% das famílias compareceram

Quem não entregar a documentação ou reagendar nova data até esta quarta-feira, fica automaticamente excluído do processo

Termina nesta quarta-feira (26) o prazo para que o setor do Programa Minha Casa Minha Vida receba a documentação das famílias sorteadas para o Residencial Riviera, do Bairro Floresta. Quem não comparecer no horário agendado entre hoje 25) e amanhã (26) ficará automaticamente excluído do processo de seleção na Caixa Econômica Federal.

As famílias que já perderam a data agendada e não compareceram também têm até amanhã (26) para reagendarem o atendimento. Fora desse prazo, também ficam excluídas do processo, uma vez que o setor precisa encaminhar a documentação com urgência para que a Caixa dê continuidade à elaboração dos contratos.

“Temos um prazo para fechar os grupos e urgência em encaminhar a documentação para análise na Caixa Econômica. As pessoas que perderam a data do atendimento ainda podem reagendar pelo telefone 3321-2305 ou pessoalmente no setor uma nova data e as que ainda estão na lista do agendamento devem ficar atentas à data e horário que devem comparecer ao setor”, acrescenta Marilda Thomé Paviani, lembrando que a data de agendamento pode ser conferida em documento anexo nesta matéria, ou banner no Portal do Município. A lista também está afixada na entrada da Prefeitura, em todas as unidades de Saúde e em todos os Cras do Município.
630 atendimentos até agora

Até ontem (24), dos 1.180 nomes agendados, apenas 630 compareceram à prefeitura. Dos que perderam a data, por diversos motivos, 250 já reagendaram um novo horário de atendimento. “Esperamos que as 178 que estão agendadas para hoje e amanhã compareçam, pois infelizmente são famílias que precisam de moradia e que perderão a chance de realizar o sonho tão aguardado”, acrescenta Marilda, esclarecendo que a exclusão dos que não comparecerem está prevista na alínea (c) do item 5.2.3 do Manual de Instruções para Seleção de Beneficiários, aprovado pela Portaria Nº 163 de 06 de maio de 2016 do Ministério das Cidades.

Documentos originais obrigatórios que devem ser apresentados
Do Responsável pelo cadastro e do cônjuge ou companheiro:
– RG, CPF e Título de Eleitor;
Prova de Estado Civil:
– Solteiros (ou que mantêm união estável): Certidão de nascimento;
– Casados: Certidão de casamento;
– Viúvos: Certidão de casamento e Certidão de óbito do cônjuge;
– Separados e Divorciados: Certidão de Casamento com averbação de separação ou divórcio.
Comprovante de Renda:
– Carteira de trabalho (mesmo que não esteja registrada);
– Trabalho Formal: Holerite (últimos 3 meses) ou Extrato do INSS;
Dos filhos e outros moradores do domicílio
CPF, RG e Carteira de trabalho e holerite (últimos 3 meses) dos maiores de 16 anos;
Comprovação de residência:
– Comprovante de endereço;
– Comprovante de aluguel (contrato e ou recibos contendo endereço, quadra, lote do imóvel, nome completo e CPF do proprietário);
PESSOA COM DEFICIÊNCIA, apresentar laudo médico com CID.

(SECOM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.