Projeto permite que presos da PIC produzam calçados de proteção individual

No barracão de aproximadamente 300 m², disponibilizado pala unidade, foram instaladas 13 máquinas destinadas ao corte e costura de peças, para confecção de calçados de EPIs – Equipamentos de Proteção Individual.

Em um primeiro momento 19 vagas, aos detentos, foram criadas na indústria, mas o projeto já prevê a ampliação do canteiro de trabalho.

“Essas iniciativas seguem as diretrizes do Departamento Penitenciária do Estado do Paraná e do Departamento Penitenciária Nacional, proporcionando o trabalho e o estudo, por outro lado, exigindo a disciplina no cárcere”, explica o diretor da PIC, Leonardo Henrique Bregoli Dondoni

A estimativa, para o final dos primeiros seis meses, é atingir uma meta de produção de mil pares ao dia. Os detentos custodiados na PIC vão desenvolver parte do trabalho na unidade. A finalização será na empresa toledana que atualmente já atende grandes indústrias do Estado, com o fornecimento dos calçados.

“Já conseguimos perceber a capacidade dos internos de entregar dedicação e resultado iguais ao de qualquer unidade da nossa empresa. Pretendemos aumentar a quantidade de internos trabalhando conosco e devemos nos preparar para contribuir também na vida deles quando egressos, para que os que apresentaram bons resultados tenham a real oportunidade de ressocialização”, explica o administrador da empresa, Marco Augusto Bombonatto.

A cada três dias de trabalho os presos, que atuarem na fabricação dos calçados, vão ganhar um dia de remição de pena.

“Essa contagem é definida pela Lei de Execução Penal. Mais do que remir a pena é a oportunidade diante desses internos em aprender um ofício, para que ao final do cumprimento da condenação, ele tenha a experiência e possa atuar no mercado de trabalho”, explica o coordenador regional do Depen, Thiago Correia.

Se consolidada, a iniciativa já pretende aumentar as vagas de trabalho para 40 internos, chegando a uma capacidade de produção de 2.500 pares ao dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.