Professores são premiados por trabalhos pedagógicos inovadores

Secretaria Estadual de Educação do Paraná; Prêmio professores do Brasil no auditório da SEED. 21-11-17. Foto: Hedeson Alves

Professores das redes municipal e estadual de ensino foram contemplados nessa terça-feira (21), em Curitiba, com troféus e menções honrosas por desenvolver e trabalhar ações pedagógicas inovadoras que contribuem para o processo de ensino e aprendizagem. A premiação faz parte da 10° edição do Prêmio Professores do Brasil, do Ministério da Educação.

Na etapa estadual foram selecionados 18 profissionais que atuam na educação infantil, anos iniciais e finais do ensino fundamental e ensino médio. A seleção dos destaques foi feita por uma comissão formada por técnicos pedagógicos das secretarias municipais e estadual de educação.

“O prêmio possibilita aos professores da rede pública de ensino compartilhar experiências pedagógicas que contribuem com o processo de ensino e aprendizagem e consequentemente com a qualidade do ensino público. Esse reconhecimento serve como estímulos aos nossos profissionais para que continuem desenvolvendo atividades inovadoras que transformam a educação no Paraná”, disse a superintendente da Educação, Inês Carnieletto.

RECONHECIMENTO – O trabalho de educação ambiental desenvolvido pela professora de Biologia, Alcélia Jakeline Felix da Silva, do Instituto de Educação Professor Cesar Pietro Martinez, em Ponta Grossa (nos Campos Gerais), foi um dos destaques na etapa estadual.

Ela trabalhou com alunas do curso de Formação de Docentes oficinas, coleta e análise da água de rios, mapeamento da bacia hidrográfica da região e a prevenção de doenças ocasionadas pelo consumo de água não tratada.

“É um reconhecimento importante do trabalho que é desenvolvido diariamente pelo professor em sala de aula. Foi gratificante também porque meus alunos tiveram a oportunidade de reconhecer o ecossistema em que vivem e observar os conteúdos da disciplina de uma maneira diferente, na prática”, contou.

A professora Irley Monteiro da Silva desenvolveu no ano passado o projeto “Uma casa para morar. Um lar para partilhar” com alunos da educação infantil (pré-escola). “O objetivo do trabalho foi mostrar para as crianças que independente de como é sua casa o importante são os laços familiares e os valores que são repassados pela família”, explicou.

O trabalho desenvolvido por Irley também foi um dos destaques da etapa estadual. “Essa premiação serve como estímulo para que outros professores desenvolvam e compartilhem experiências inovadoras que transformam o dia a dia em nossas escolas”, disse a docente.

PRÊMIO – A etapa estadual do prêmio teve mais de 200 professores inscritos. O programa tem como objetivo reconhecer, divulgar e premiar trabalhos pedagógicos inovadores desenvolvidos em sala de aula que contribuam para a qualidade do ensino e do processo de ensino e aprendizagem na rede pública de ensino do Brasil.

O Prêmio Professores do Brasil é dividido em seis categorias: creche (educação infantil), pré-escola (educação infantil), ciclo de alfabetização: 1°, 2° e 3° anos (anos iniciais do ensino fundamental), 4° e 5° anos (anos iniciais do ensino fundamental), 6° ao 9° ano (anos finais do ensino fundamental) e ensino médio.

FORMAÇÃO – Os professores premiados também participaram do curso de formação continuada “O Paraná na trilha das boas práticas de ensino”, organizado pelo Departamento de Educação Básica (DEB), por meio da Coordenação de Currículo. A oferta da formação teve como objetivo proporcionar aos profissionais novos subsídios para o desenvolvimento de ações pedagógicas inéditas e inovadoras.

O curso tem duração de oito horas que serão somadas no plano de carreira dos professores. A ação está prevista no item três do programa Minha Escola Tem Ação (META) da Secretaria de Estado da Educação, que prevê a oferta da formação continuada aos profissionais da educação.

(AENotícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.