Professores da Unioeste aderem à greve nacional da educação

Professores e demais servidores da Unioeste cruzarão os braços amanhã (15) em adesão à greve nacional da educação. A decisão havia sido tomada em assembleia da Adunioeste (Sindicato Docente da Unioeste) realizada na semana passada.

A categoria também aprovou a adesão à Greve Geral dos trabalhadores, por todas as centrais sindicais, no dia 14 de junho, contra a reforma da Previdência.

A Greve Nacional da Educação tem como pautas: defesa da educação e tecnologia pública e liberdade de ensinar e aprender; contra a reforma da previdência; e construção greve geral. Além da paralisação das atividades docentes, a mobilização envolve atos em todas as cidades onde a Unioeste possui campus (Cascavel, Foz do Iguaçu, Toledo, Francisco Beltrão e Marechal Cândido Rondon).

Em Cascavel o ato será realizado a partir das 9h, em frente à Catedral Nossa Senhora Aparecida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.