Professor da UEPG representa o Brasil em livro internacional

Essa publicação, lançada durante a pandemia, apresenta um importante panorama de 25 anos de pesquisas sobre Geoturismo em escala global

O professor Antonio Liccardo, do Departamento de Geociências e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UEPG, produziu, com mais dois pesquisadores brasileiros, um capítulo do livro lançado esta semana na Florida (EUA), “THE GEOTOURISM INDUSTRY IN THE 21st CENTURY – The origin, Principles, and Futuristic Approach”, uma obra que reúne contribuições de vários países sobre as pesquisas em Geoturismo no século 21.

Entre os 34 autores convidados que participaram dos 23 capítulos do livro, inclui-se o professor Antonio Liccardo, Virgínio Mantesso Neto (CoMGeo-SP) e Marcos Antonio Leite do Nascimento (UFRN), que produziram o capítulo chamado “Mining Heritage as Geotourism Attractions in Brazil”. Essa publicação, lançada durante a pandemia, apresenta um importante panorama de 25 anos de pesquisas sobre Geoturismo em escala global, incluindo o Programa de Geoparques da Unesco e a sustentabilidade do turismo em áreas naturais.

“A correlação do Geoturismo com o desenvolvimento sustentável é especialmente importante para o Brasil. A região dos Campos Gerais, no Paraná, já vem recebendo o aporte geocientífico no turismo há vários anos. Os Parques Estaduais de Vila Velha e do Guartelá, por exemplo, disponibilizam muita informação sobre suas origens geológicas e os processos naturais que ali atuam”, destaca Liccardo. Segundo o professor, no Brasil registram-se várias iniciativas nessa área há mais de 15 anos, estando a UEPG entre as instituições de referência na pesquisa nacional.

Com várias publicações nesta temática desde 2003, os professores Antonio Liccardo e Marcos Nascimento já haviam publicado, em 2019, o livro “Geoturismo e Patrimônio Geomineiro no Brasil”, com o apoio da PROPESP-UEPG e do Programa de Pós-Graduação em Geografia, que influenciou na possibilidade de fomento a atividades sustentáveis em áreas de mineração e que gerou como desdobramento a participação no livro internacional.

Foto: Reprodução/UEPG

Informações UEPG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.