Produtores devem agilizar proteção do café contra geadas

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) confirmam o risco de geadas com potencial de causar danos às lavouras paranaenses de café nas madrugadas de sábado (06) e domingo (07). Produtores devem adotar medidas de proteção imediatamente.

A recomendação para os plantios novos de café, com até seis meses de campo, é enterrar as mudas. Viveiros devem ser protegidos com várias camadas de cobertura plástica ou aquecimento, com a opção de adotar as duas práticas simultaneamente.

Nos dois casos – lavouras novas e viveiros – a proteção deve ser retirada logo que a massa de ar frio se afastar e cessar o risco imediato de geada.

Nas lavouras com idade entre seis meses e dois anos, a orientação aos produtores é amontoar terra no tronco das plantas até o primeiro par de folhas. Essa proteção deve ser mantida até meados setembro e depois retirada com as mãos.

(AENotícias)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.