Procon promove mutirão de renegociação de dívidas

A partir desta sexta-feira (17) o Procon-PR promove um mutirão online de renegociação de dívidas, que vai até dia 31. A ação será exclusivamente pela internet, por meio da plataforma de solução de conflitos consumidor.gov.br, que permite ao consumidor registrar uma reclamação sem sair de casa. O Procon é um órgão vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

De acordo com a diretora Claudia Silvano, a iniciativa de fazer a ação através da plataforma busca atender todos os consumidores do Estado, especialmente os que residem em municípios onde não existem Procons, além de facilitar a vida do consumidor, que não precisa se deslocar para negociar suas pendências financeiras.

“Acreditamos que esse mutirão pela internet vai incentivar as pessoas a negociar suas dívidas e sair dessa situação que causa diversos transtornos na vida de qualquer cidadão, muitas vezes motivada por fatores como uma doença na família ou desemprego”, disse Cláudia.

Para o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o momento para fazer esse mutirão é o mais apropriado, já que muitos consumidores estão numa situação de endividamento e buscam um auxílio do Procon-PR para regularizar sua situação financeira.

Para participar do mutirão basta fazer o registro na plataforma consumidor.gov.br, relatar o problema, informando que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos. Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

No momento do preenchimento do registro, é imprescindível que o consumidor informe corretamente seus telefones e e-mail para contato, pois esses dados facilitarão o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes. Terminado o prazo para resposta do fornecedor, o consumidor tem o prazo de 20 dias para avaliar o retorno dado.

(AENotícias)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.