Presos da PIC auxiliam na construção de casas às famílias remanescentes do Gramado

No total estão sendo construídas 20 casas (Divulgação/Secom)

A construção de 20 casas para famílias remanescentes da área que foi desocupada no bairro Jardim Gramado, após quase duas décadas de invasão, tem auxílio de oito presos da PIC (Penitenciária Industrial de Cascavel). Eles ajudam a edificar as residências de 30 metros quadrados construídas com madeira de pinus.

No total são oito pessoas que trabalham na obra, que está bem adiantada. Quatro voluntários e quatro servidores da Cohavel (Companhia Habitacional de Cascavel) também trabalham no local.

As casas são provisórias até que um novo conjunto habitacional seja viabilizado. A base das moradias é feita em concreto e os banheiros em alvenaria.

Ao todo serão construídas 20 casas em cinco lotes do Loteamento Jardim Petrópolis, no Bairro Santa Felicidade – região sul – e mais dez no Bairro Brasmadeira, na zona norte da cidade.

Transferência

Paralelamente à construção, a Secretaria de Ação Comunitária define os critérios para iniciar a transferência das 30 famílias que desde o dia 4 de maio estão provisoriamente alojadas no Ginásio Francisco Pian, do Bairro São Cristóvão. Segundo o secretário José Carlos da Costa, o Cocão, caso o tempo colabore, agora a obra seguirá um ritmo mais acelerado, porque entrará no acabamento.

 “Assim que concluirmos as 13 primeiras unidades vamos transferir o quanto antes essas famílias, pois elas poderão ajudar a cuidar do local, além de ficarem mais próximas da área de construção, podendo nos ajudar a agilizar as demais. Vamos definir com o prefeito e com as famílias os critérios para a mudança”, explica Cocão.

A construção demanda 90 metros cúbicos de tábuas, ripas e caibros, que foram repassados pela Transcontinental, empresa proprietária da área do Gramado, cujo imbróglio vinha se arrastando havia 18 anos. A empresa também repassou cerca de 600 telhas para a cobertura das moradias.

(Com informações da Secom)

 

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.