Prefeitura implanta o Projeto Terminal Cidadão nos terminais de transbordo

Nesta sexta-feira (14) equipes do projeto atendem com serviços no Terminal Leste, localizado no Território X, das 14 horas às 17 horas

Seguindo as tendências da Política Internacional de Mobilidade Urbana, Cascavel estreou uma nova fase de desenvolvimento ao implantar, no início deste ano, o novo conceito de THQ – o Transporte Humanizado de Qualidade – e, agora, completando este sistema, o Departamento Território Cidadão iniciou a primeira fase do Projeto Terminal Cidadão, que leva para dentro dos terminais de transporte coletivo do nosso Município serviços e orientações disponíveis ao cidadão.

Nesta primeira etapa, o projeto funcionará às sextas-feiras, no período da tarde. Começou na semana passada pelo Terminal de Transbordo Nordeste e, hoje (14), atenderá no Terminal Leste, localizado no Território X, das 14 horas às 17 horas. São cinco equipes com serviços da Agência do Trabalhador, Ouvidoria 156, orientações do Procon, Território Cidadão e Cadastro Único.

De acordo com o gerente do Território Cidadão, Ailton Lima, nesta primeira fase do Terminal Cidadão são disponibilizados alguns serviços e orientações como o encaminhamento para vaga de emprego e agendamento para emissão da carteira de trabalho realizada pela Agência do Trabalhador, orientações e encaminhamento para Cadastro Único, Ouvidoria, Particity e Procon, com levantamento de dados. “Trabalharemos um terminal por semana por enquanto e, logo em seguida, ampliaremos para atendimentos simultâneos nos terminais, na segunda fase do projeto”, detalhou.

Ainda este ano, o projeto entrará numa terceira etapa, informatizada, com terminais da cidadania autônomos em todos os terminais.

O Projeto Terminal Cidadão foi concebido dentro de uma visão sistêmica e integrada da cidade, dentre os desafios da gestão pública de prover serviços com qualidade ao cidadão, administrando os recursos de forma eficiente e transparente e viabilizando à população participar ativamente da gestão. “Cascavel está seguindo este caminho no sentido de transformar a cidade em um assentamento inclusivo, seguro, resiliente e sustentável, alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, por meio do Território Cidadão”, completou Ailton Lima.

(SECOM)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.