Prefeitura economiza R$ 1,1 mi na licitação e também desmonta desvio combustível

Depois de 6 meses de investigação e com a ajuda da Câmara de Vereadores, flagrante desmonta esquema de desvio de combustível que deveria abastecer frota municipal

Prefeito Paranhos e o vereador Hallberg durante a operação (Divulgação/Secom)

Em uma manhã bastante agitada, o prefeito Leonaldo Paranhos assinou contrato com as empresas Centro Automotivo Delta e Tonin & Cia Ltda, que venceram a licitação na modalidade de Pregação Presencial (100/2017) para registro de preços para aquisição de combustíveis (gasolina, etanol, óleo diesel S500, óleo diesel S10 e agente redutor líquido – ARLA 32) pelo período de 12 meses.

O valor máximo do edital de licitação foi fixado em R$ 6653.950,00, com a gasolina comum fixada em R$ 3,66, etanol em R$ 2,58, diesel S500 a 2,81 e diesel S10 a 2,93. A empresa Delta venceu os itens gasolina comum (R$ 3,13), etanol (R$ 2,22) e diesel S500 (R$ 2,26), enquanto a Tonin & Cia venceu no diesel S10 (2,40). Já a ARLA 32 terá que ser licitada novamente porque não houve interessados.
No total, o itens vencidos pela Delta totalizaram R$ 4.292.900,00, e pela Tonin & Cia mais R$ 1.200.000,00. Com isso, o pregão fechou em R$ 5.492.900,00, com desconto de R$ 1.161.050,00 o valor inicial previsto em edital. “O combustível chamou atenção dentro do nosso programa de transparência das licitações, estimulando a concorrência entre os fornecedores. Fizemos esta compra, tivemos mais de R$ 1 milhão em economia, mesmo no combustível que é um produto que estamos esperando aumento, conseguimos este desconto”, disse o prefeito.
Flagrante em desvio
Pouco depois de assinar o contrato com as duas empresas, o prefeito Leonaldo Paranhos foi acionado para acompanhar um flagrante no crime de desvio de combustíveis em uma marcenaria localizada no Bairro XIV de Novembro, na Rua Romário Correia de Oliveira. De acordo com o prefeito, o esquema era investigado há pelo menos 6 meses. Nesta terça-feira, uma denúncia feita ao vereador Policial Madril, dava conta que a operação estava acontecendo neste endereço. O vereador, então, chamou reforço da Polícia Militar e os servidores Rosevaldo Maia (16 anos no serviço público) e Adão Jair dos Santos, ambos lotados na Sesop (Secretaria de Serviços e Obras Públicas), foram flagrados na ação.
Os servidores conduziam o caminhão tanque utilizado para abastecer máquinas utilizadas no interior do Município. No momento do flagrante, cerca de 30 galões vazios já estavam prontos para receberem o diesel que seria desviado. Após a abordagem na “marcenaria”, os policiais e o prefeito foram até a casa do proprietário da empresa onde mais 10 galões cheios de diesel foram encontrados.
Todos os envolvidos foram levados para a 15ª SDP (Subdivisão Policial) de Cascavel para os procedimentos cabíveis. “Há tempo estamos fazendo esta fiscalização, investigando as denúncias, junto com o vereador Madril. E tem denúncias de outros pontos na cidade com a mesma situação”, disse o prefeito, destacando que “tínhamos denúncias, desde o início do ano da venda de combustível da Prefeitura, caminhões que deveriam abastecer a frota municipal, abastecendo o roubo”.
O prefeito disse ainda que esta foi uma ação em conjunto com a Câmara de Cascavel e com a população. “Há tempos o vereador Madril está fazendo este trabalho de fiscalização para que a gente pudesse chegar a esse ponto. Graça a Deus, hoje, conseguimos dar esse flagrante. Mas, há outros pontos e este trabalho vai continuar. Quero agradecer a população que tem feito as denúncias e pedir que continue nos ajudando a fiscalizar. É tolerância zero com a corrupção, com o desvio e com o desperdício do dinheiro público”, completou o prefeito que vai determinar imediata abertura de processo administrativo para, na esfera do Executivo Municipal, apurar todos os fatos e responsabilizar os culpados pelo desvio do bem público. O vereador Fernando Hallberg também acompanhou ação

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.