Prefeito recebe 128 monitores e 72 computadores do Tribunal de Justiça do Estado

Durante a solenidade realizada no início da noite de ontem (12) no auditório da Prefeitura para homenagear os atletas que representaram o Município nos jogos oficiais do Paraná, o prefeito Leonaldo Paranhos recebeu oficialmente do Tribunal de Justiça do Estado uma remessa de 128 monitores e 72 microcomputadores que foram doados pelo órgão para serem usados na rede municipal de ensino de Cascavel.

Em uma época de dificuldades econômicas, o reaproveitamento dos computadores simboliza uma alternativa para novos caminhos na administração pública. A doação, segundo Paranhos, veio em boa hora e fará toda a diferença para o Município, pois irá abastecer nossas escolas.

O prefeito lembrou que “temos adotado aqui em nossa cidade a prática de reconhecimento a quem nos ajuda a administrar” e agradeceu ao diretor do Fórum da Comarca de Cascavel, Leonardo Ribas Tavares, que fez a entrega em nome do TJ-PR. “E, ao mesmo tempo temos reconhecido as pessoas que nos ajudam a garantir essas políticas públicas, como deputados, vereadores que nos auxiliam com emendas. Então quero aqui dizer ao senhor, que é muito importante esta doação para nós”.

Os equipamentos são usados e foram substituídos recentemente por novos modelos no Tribunal, mas com uma nova configuração podem ser utilizados por um bom tempo ainda por nossos jovens, garantiu o diretor do Fórum. Segundo o juiz, “a entrega é uma forma também de reconhecer e agradecer a contribuição e o apoio que a municipalidade sempre conferiu ao Fórum, pois somamos esforços, uma vez que somos todos órgãos do poder público voltados a um mesmo objetivo, que é trabalhar para o bem comum da sociedade. E esperamos e temos a certeza de que estes equipamentos serão bem utilizados, principalmente para a educação, pois os nossos jovens são a chave para o futuro”.

O ato contou com a presença de vários vereadores e o presidente da Câmara, Aldino “Gugu” Bueno, falou em nome deles, enaltecendo a parceria. Ele lembrou que é importante esta prática, porque os órgãos de todos os poderes trabalham em sintonia pelo bem-estar social.

(SECOM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.