Polícia prende suspeito de matar jovem em 2011

Caso da menina Dhiyneifer Lima chocou os moradores de Castro em 2011, quando ela foi encontrada espancada numa pista de atletismo da cidade

Condenado há mais de 14 anos de prisão, homem foi encontrado nesta quinta-feira em Castro Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Castro (região dos Campos Gerais) prendeu nesta quinta-feira (19) um homem suspeito de praticar um homicídio há mais de oito anos no município. O homem de 49 anos foi indiciado pelo assassinato de Dhiyneifer Lima, crime ocorrido em 2011, quando a vítima tinha 16 anos. O corpo dela foi encontrado numa pista de atletismo da cidade e, à época, gerou enorme comoção na cidade.

De acordo com a Polícia Civil, o homem foi condenado a 14 anos e três meses de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio qualificado. O homem foi preso e levado até a delegacia da Polícia Civil.

Relembre o caso

Na madrugada de nove de fevereiro de 2011, o corpo de Dhiyneifer Lima foi encontrado numa pista de atletismo na Vila Rio Branco, em Castro, com diversos golpes na cabeça. Desde então, a Polícia Civil trabalhava para localizar o criminoso e chegou à conclusão de que o autor seria um homem que tinha um caso com a jovem. O crime foi praticado em uma emboscada, segundo a polícia, porque naquele dia eles tinham combinado um encontro e a adolescente foi surpreendida com os golpes.

“Oito anos depois de os planos desta jovem terem sido interrompidos por tamanha crueldade, a família que lamentava a impunidade, hoje, após o empenho da Polícia Civil, que clama pelo justo junto à sociedade, pode minimamente, receber o conforto de que a justiça foi feita”, destaca, em nota, a Polícia Civil de Castro.

Ações como essa vem sendo intensificadas pelas autoridades do município, buscando dar efetividade às ordens judiciais, que ultrapassam 89 prisões somente em 2019. A Polícia Civil reforça o seu número de denúncias através do telefone (42) 3232- 1192.

(A Rede)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.