Polícia Civil elucida caso de latrocínio em Santa Tereza

Policiais militares de Santa Tereza do Oeste foram acionados, no dia 28 de setembro, para atender a uma ocorrência de um incêndio em uma residência na cidade.

No interior da residência, bombeiros e policiais se depararam com um corpo de pessoa em chamas, dentro de um dos cômodos da residência o corpo de um homem que foi identificado como Willian Ávila Vieira, 30.

Os dois suspeitos estão presos em Cascavel (foto: Divulgação/Polícia Civil)

Desde então a Polícia Civil investiga o caso e, com apoio do Grupo de Diligências Especiais (GDE) de Cascavel, passou a desenvolver uma série de diligências para elucidar o caso.

O corpo ficou carbonizado, e de imediato a Policia Civil de Santa Tereza do Oeste, com apoio do GDE de Cascavel, se fez presente no local, e passou a desenvolver diligências para apuração dos fatos.

As investigações culminaram com a elucidação caso que, segundo a polícia, trata-se de um latrocínio – roubo seguido de morte.

Duas pessoas foram presas acusadas do crime.

A investigação apontou que noite do crime Adão da Silva, 44, Tiago dos Santos de cene, 21 e Rita Rodrigues, 34, foram praticar um furto na residência da vítima que foi atingida com um golpe de faca no pescoço. Tiago seria o autor da facada e na sequência ateado fogo para tentar esconder o crime.

Tiago tem passagem pela polícia acusado de roubo e furto.  Rita tem passagem por resistência, desacato e vender bebida alcoólica à menor, enquanto que Adão tem passagem por uso de drogas, vias de fato e lesão corporal – violência doméstica.

Os mandados de prisão contra Tiago e Adão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Cascavel e cumpridos na tarde desta sexta-feira (19).

Rita, que segundo consta teve participação menor nos fatos, usará tornozeleira eletrônica, mas ela não foi localizada pela polícia.

Tiago e Adão foram conduzidos ao setor de carceragem da 15ª SDP (Subdivisão Policial) de Cascavel.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.