Parra solicita que prefeitura estude pagamento de horas extras e licença-prêmio na saúde

Marcelino Duarte/ Assessoria CMC

Foram lidas na sessão nesta terça-feira (04) as Indicações 452 e 453 de 2019, apresentadas pelo vereador Parra (MDB) e serão encaminhadas ao secretário de saúde Tiago Stefanello, solicitando que seja realizado um estudo para pagamento de horas extras na modalidade de indenização aos funcionários que estão na iminência de vencer seu saldo no banco de horas, ou seja, perto do limite de 12 meses após a realização do trabalho extra.

O vereador pede ainda que seja realizado um levantamento de todos os servidores lotados na Secretaria se Saúde que possuem licença-prêmio vencida e que esse direito do trabalhador possa ser pago, de acordo com a lei municipal que determina o Regime Jurídico do Servidor Municipal. Parra lembra que a medida não impactaria no limite prudencial de gastos com pessoal, uma vez que o Tribunal de Contas do Paraná não computa o pagamento de licença-prêmio como despesa com o funcionalismo.

Assessoria de Imprensa/CMC

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.