Paranhos reassume cargo de prefeito fazendo desafios

Prefeito Leonaldo Paranhos

“Nada do que aconteceu nesse período em que o Paranhos esteve de férias foi inventado ou alguma invenção, mas simplesmente a continuidade do nosso governo: tudo caminhando como foi planejado desde o começo”. Com essa afirmação, o prefeito em exercício Jorge Lange devolveu o cargo ao prefeito Leonaldo Paranhos na tarde desta quarta-feira, no Salão de Atos do Paço Municipal, em solenidade que contou com a presença de todos os secretários municipais, além dos vereadores, servidores e lideranças comunitárias e o deputado estadual Adelino Ribeiro.

Lange agradeceu a todos os servidores municipais, os secretários e, em especial ao prefeito Paranhos, “pela oportunidade de estar a frente do Município de Cascavel que é um orgulho para qualquer cidadão e para mim foi a realização de um sonho e enriquece a minha carreira política” e completou: “Nosso navio passa para as mãos do nosso comandante que volta com as baterias recarregadas para enfrentar 2018 com muito trabalho”.
Ao retornar ao comando da administração municipal, Paranhos agradeceu ao vice-prefeito pela “sua lealdade, empenho e dedicação”. De acordo com Paranhos, “isso não foi nenhuma surpresa por toda nossa caminhada e pela parceria que construímos em favor da nossa cidade”. Paranhos lembrou que antes de se afastar temporariamente do cargo, reuniu todos os secretários para que tivessem um empenho maior e “fizessem algo mais nesse período e dessem continuidade ao trabalho porque tudo aquilo que fizemos no primeiro ano, não foi uma ação do Paranhos, foi uma ação de todo o nosso grupo, representado por mim e pelo Jorge que fomos eleitos pela população”.
Paranhos afirmou que voltou “animado e com muita vontade de trabalhar” e explicou que a sensação da posse de retorno ao cargo “é diferente” da posse em 1º de janeiro de 2017: “é uma sensação de muito mais tranquilidade”. Paranhos fez um rápido balanço e detalhou vários pontos positivos do seu primeiro ano de mandato. “Entremos neste segundo ano com uma Secretaria de Educação que investiu R$ 28 milhões a mais do que em 2016; a Secretaria de Saúde investiu R$ 19 milhões a mais do que o orçamento de 2016; as nossas quatro unidades de saúde (UPAs) funcionando, 12 equipes (completas) do PSF (Programa Saúde da Família); a UPA da Tancredo e do Veneza reformadas e a UPA do Brasília está programada e será dada ordem para fazer a licitação da reforma e ampliação; as nossas estradas rurais agora têm um orçamento programado de R$ 26 milhões e mais 1022 novos servidores contratados, dos quais 479 para a Saúde; e uma cidade organizada”, relatou o prefeito.
Economia
Paranhos destacou o número de licitações feitas em 2017 e os resultados obtidos com o rigor na fiscalização e condução deste processos. “Foram 648 processos licitatórios. E tínhamos um desafio lançado naquele debate (político) quando falamos que  faríamos uma economia de 30% e chegamos ao final do ano (de 2016) com 32,44% dos R$ 333 milhões que tínhamos para comprar no ano passado e economizamos R$ 108 milhões. E onde estão? Estão nestes investimentos que fizemos”. O prefeito lembrou ainda que chegou ao final de 2016 cumprindo com o compromisso do pagamento do piso salarial aos professores e “mesmo tendo contrato 1.022 pessoas com o índice prudencial abaixo do que pegamos e com o conceito de um governo que tem como critério absoluto o combate à corrupção”.
O prefeito afirmou ainda que 2018 será um ano “muito mais eficiente porque, agora, nós conhecemos o caminho”.
Anúncios
Ainda para esta semana, Paranhos adiantou que vai anunciar novas ações na área da Segurança Pública. Na sexta-feira será lançada a “Força Rural”, atendendo pedido das comunidades do interior e também de vereadores. “Vamos deslocar equipes da Guarda Municipal para assumirem os distritos de Cascavel. Inicialmente serão dois distritos, ação que será ampliada até o final do primeiro semestre”, anunciou o Prefeito.
Na quarta-feira da próxima semana, dia 7, no  Centro de Eventos e Convenções de Cascavel, “faremos o anuncio do maior investimento da história de Cascavel na Educação”. De acordo com Paranhos, serão investidos cerca de R$ 25 milhões na compra de equipamentos para educação e adiantou também que para 2018 os uniformes escolares “já estão prontos”. No dia 7 acontecerá a primeira Escola de Governo de 2018, quanto também, haverá a exposição dos produtos.
Desafio
Ao final do seu discurso, Paranhos fez um desafio ao ex-vice-prefeito Maurício Theodoro que criticou a compra do Hospital Jacomo Lunardelli pelo Município de Cascavel. “O ex-vice-prefeito disse que pagamos caro. E quero fazer um desafio: compramos porque entendemos que é necessário e temos que cuidar da saúde primária de Cascavel. E aquele hospital será usado como retaguarda das UPAs. Mas, quero deixar aqui o desafio ao ex-vice-prefeito que faz parte do Governo do Estado, para dar sequência no compromisso assumido por eles (administração anterior). Eles gravaram em 2012 dizendo que iam fazer o Hospital Municipal. E esse Hospital Municipal custa em torno de R$ 45 milhões; assim que essa verba chegar em Cascavel, devolvo os R$ 8 milhões daquele hospital (Jácomo Lunardelli) que foi repassado e teremos, então, um Hospital Municipal, bancado pelo Governo do Estado e assumido (o compromisso) na administração passada”, desafiou Paranhos.
O prefeito disse que “não abri mão do sonho do Hospital Municipal; o terreno, que já existia há muitos anos, está lá. Aliás, a única coisa que encontramos foi o terreno, porque nem os projetos estavam prontos. Então, vai continuar o desafio e a cobrança pelo Hospital Municipal, porque o nosso compromisso nós já temos e lá, a partir do final de fevereiro, início de março vai entrar a UPA. Mas, continua então, o compromisso do Governo do Estado para trazer para Cascavel os R$ 30 milhões para, de fato, fazer o Hospital Municipal. E aí termos dois hospitais: um hospital que vai atender as demandas do Estado e os leitos e um hospital nosso que é o Jácomo Lunardelli”.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.