Paraná intensifica ações de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas

Governador Beto Richa abre as atividades da Semana Estadual da Prevenção ao Uso Indevido de Drogas – Previda.  (Arnaldo Alves/ANPr)

O governador Beto Richa abriu nesta segunda-feira (26) no Palácio Iguaçu, em Curitiba, a Semana Estadual de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas Lícitas e Ilícitas (Previda). A abertura se dá no Dia Internacional de Combate às Drogas. Até sexta-feira (30), haverá ações sobre o tema em todos os municípios. Estão previstas palestras, debates, oficina de bonecos e apresentações sobre os programas em execução no Governo do Estado. A polícia rodoviária estadual fará blitz educativa nas estradas.

A Previda é uma iniciativa do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (Conesd), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública, com o apoio da Secretaria da Educação, Ministério Público do Paraná e polícias Militar e Civil. Pela primeira dez, a Semana foi planejada em conjunto com o conselho do município de Curitiba.

O governador Beto Richa destacou a importância da união dos órgãos para a conscientização sobre os malefícios do uso das drogas. “Só vamos avançar no combate ao uso das drogas se estivermos unidos, com ações eficazes pela repressão ao crime organizado e, principalmente, pela conscientização da nossa sociedade”, disse ele.

Richa afirmou que o aumento do uso de drogas é uma preocupação permanente. Ele lembrou que, quando deputado, elaborou leis para o combate e prevenção ao uso de entorpecentes e que, como prefeito de Curitiba criou a Secretaria Municipal Antidrogas, a primeira do País.

Transparência

A presidente do Conselho Estadual de Politicas Sobre Drogas, Diana de Lima e Silva, explicou que a principal ação da Previda é a transparência da informação. “A Semana proporciona o acesso à informação sobre as drogas e as consequências que elas trazem para a vida das pessoas. Mostramos, com palestras e debates, a realidade das drogas no Brasil e no Paraná para que crianças e adolescentes saibam se posicionar quando se depararem com a situação”, explicou.

Ela também destacou que além, das drogas ilícitas, o foco da Previda é chamar atenção, para o uso das drogas lícitas, como remédios e álcool. “É essencial que as famílias entendam que o uso de remédios e de álcool é tão nocivo quanto o consumo de drogas como maconha e crack”, afirmou.

CIDADANIA – Os programas do Governo do Estado para reforço da cidadania foram ressaltados pelo secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita. Ele mencionou o Programa Educacional de Resistências às Drogas (Proerd), desenvolvido pela Polícia Militar e Centro Antitóxicos de Prevenção e Educação, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). “Atuamos fortemente na repressão ao tráfico, mas também nas ações de prevenção que, de fato, melhoram os índices do futuro, desestimulando o consumo de drogas a médio e longo prazo”, explicou Mesquita.

DIA A DIA – A secretária de educação Ana Seres ressaltou que a prevenção faz parte do dia a dia das escolas e que durante esta semana os 32 núcleos regionais intensificarão o debate. “Os nossos 1,1 milhão de alunos estarão envolvidos”, afirmou a secretária. Haverá rodas de conversas relacionadas ao tema “Drogadição em pauta”, envolvendo estudantes, professores, pedagogos, funcionários, representantes da comunidade escolar. Só em Curitiba nove escolas participarão, com mais de 9 mil alunos.

Temas

Na abertura, a palestra inicial, por videoconferência, foi do ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, autor do projeto de lei na Câmara dos Deputados, que prevê internamento compulsório de dependentes químicos. Nas palestras da semana serão abordados temas como segurança, dependência química, recuperação de dependentes, suicídio, educação preventiva, adolescentes em conflito com a lei, sistema prisional e drogadição.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.