Nosso Agro Realiza: colação de grau de Agronomia é realizada em meio à Fazenda Escola

Devido à pandemia e novos protocolos de higiene, a formatura foi realizada no campo, permitindo segurança nesse momento de comemoração

A cerimônia de Colação de Grau do curso de Agronomia foi realizada hoje (7) de forma diferente das convencionais. Devido à pandemia do Coronavírus, a celebração foi readaptada e, em meio à plantação de aveia e trigo da Fazenda Escola do Centro Universitário FAG, os novos agrônomos puderam ser contemplados.

Foram 44 formandos da Turma XV noturno, divididos em dois grupos para não haver aglomeração. Cada um pode levar três convidados. Seguindo os protocolos de segurança, com máscaras e luvas, a estrutura foi dimensionada de forma que respeitasse os espaços necessários para o bem-estar dos acadêmicos e seus convidados.

Na ocasião, a pró-reitora administrativa, Jaqueline Gurgacz Ferreira, ressaltou a alegria em proporcionar aos acadêmicos este momento, e o melhor: com segurança. “Não poderia ser diferente. Eles ficam aqui por cinco, seis anos, merecem sair com uma linda colação de grau, no meio da Fazenda Escola, onde eles vivenciam a prática durante a graduação”.

Nesta sessão solene, foram dois Laureados Acadêmicos. Thaís Weber e Vinicius Eduardo. Thais conta que se surpreendeu com o resultado. “É muito emocionante, eu e meus colegas lutamos muito para chegar até aqui”. Os pais de Thaís, Noeli e Mário Weber, resumem o sentimento de orgulho. “O coração da gente chega a disparar, é uma realização, estamos muito emocionados e orgulhosos”.

A láurea acadêmica coroa o momento que já mais do que especial. “Jamais imaginei que a formatura seria desse jeito no meio da fazenda. Na verdade, até semana passada, achávamos que nem teríamos uma cerimônia. E ter sido laureado torna essa data extremamente importante para mim”, conclui o egresso.

A Professora Ana Paula Mourão é coordenadora do curso há 16 anos, e nessa trajetória, é a primeira vez que acompanhou uma formatura em meio à Fazenda Escola. “Foram vários passos dados e agora atingem o topo que é a graduação. Estamos acostumados com aulas, dias de campo, na fazenda, mas uma formatura é a primeira vez. É muito gratificante ver isso, por que se sentem em casa aqui. Lançar ao mercado uma turma de egressos engenheiros agrônomos é uma satisfação muito grande porque a gente prima muito pela qualidade do curso, e lançá-los ao mercado no meio do campo, é melhor ainda”, conclui a professora.

O fato da turma ter se dividido para a cerimônia não foi um problema, pelo contrário, pode trazer mais segurança ao contexto, além de possibilitar esse grande momento aos formandos. O mais novo agrônomo, Lucas Pianessa conta que em sua caminhada, existiram alguns obstáculos, mas que enfim pode realizar seu sonho. “Isso para nós é totalmente inovador, e numa época de crise como essa conseguimos vencer todo o período da faculdade e ter mesmo assim, continuado estudando e se formar é um sonho, sensação indescritível”.

A turma homenageou como paraninfa a professora, Norma Schilickmann Lazaretti, como patrono o professor Helton Aparecido Rosa, e como nome de turma, o professor Cornelio Primieri. Também prestigiou a cerimônia, a egressa de Agronomia, laureada em 2014, Paula Scanagatta Galleto. A primeira sessão solene foi presidida pela por Jaqueline Gurgacz Ferreira e a segunda, pelo pró-reitor acadêmico Afonso Cavalheiro Neto.

Reportagem: Amanda Alves, acadêmica do 8º período de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.