Menos da metade do rebanho foi atualizado em Cascavel

A Campanha de Atualização de Rebanhos, promovida pela Agência e Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), iniciou dia 1º de maio e vai até 30 de junho. No entanto, há cerca de uma semana do fim, menos da metade dos pecuaristas de Cascavel atualizaram seu rebanho (47,8%), segundo levantamento da Adapar divulgado nesta segunda (21). A média do Paraná inteiro está levemente superior: 56,9%. Vale lembrar que o cadastro é obrigatório e tem como objetivo garantir a rastreabilidade e a sanidade do rebanho paranaense. Quem não fizer perde o direito de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) e é autuado.

A atualização pode ser feita em quatro lugares: unidade local da Adapar; em um escritório de atendimento municipal autorizado; em um sindicato rural autorizado (o Sindicato Rural de Cascavel presta esse serviço) ou de forma on-line, no site da Adapar. É preciso listar a quantidade de animais existentes em sua propriedade rural: bois, búfalos, cabras, ovelhas, suínos, cavalos, jumentos, mulas, galinhas e peixes. Lembre-se: todas as espécies devem ser atualizadas – juntamente com as idades dos animais.

De acordo com Luciana Riboldi, médica veterinária da Adapar de Cascavel, a emissão da GTA será condicionada à comprovação de atualização do cadastro de todas as espécies animais existentes na exploração pecuária. “Além de perder o direito de emitir a GTA, o pecuarista é autuado. Precisamos da colaboração de todos nisso e também pedimos que evitem deixar para última hora, que além de sobrecarregar os ambientes e o servidores de onde ele desejar fazer, ainda estamos em pandemia da Covid-19”, orientou.

O acesso à campanha pode ser feito através de um banner existente no site da Adapar (http://www.adapar.pr.gov.br/) ou no endereço: http://www.produtor.adapar.pr.gov.br/comprovacaorebanho

“Conquistamos o status de área livre de febre aftosa sem vacinação. Para nos mantermos nessa condição de excelência em sanidade agropecuária, precisamos fazer a nossa parte. Atualizar o rebanho anualmente é uma delas”, comentou Paulo Vallini, diretor do Sindicato Rural de Cascavel e presidente do Comder (Conselho de Desenvolvimento Rural de Cascavel)

Como atualizar o rebanho on-line

Acesse o site da Adapar e clique em “Campanha de Atualização do Rebanho”. Agora, escolha a opção “Quero me cadastrar”. Depois, informe o seu CPF e seu nome. Preencha os dados e crie um login e uma senha de acesso. Este procedimento cadastrou você na Central de Segurança do Estado do Paraná.

Em seguida, retorne à página da campanha e clique em “Já sou cadastrado”. E você já está apto a atualizar o seu rebanho. Se você já tiver cadastro, é só ir direto a esta opção. Para começar a atualização, faça login na página da campanha e confirme os seus dados. Depois, clique em “Prosseguir” e selecione a propriedade com pendência de comprovação do rebanho.

Escolha a espécie e, em seguida, atualize a quantidade de animais por idade e gênero. Assinale a declaração de que você comprovou o rebanho e clique no botão “Comprovar”. Repita o mesmo procedimento para todas as espécies de suas propriedades.

E se você não tiver acesso à internet, pode fazer a atualização manualmente mesmo. Pegue um formulário na Adapar mais próxima de você, preencha as informações e devolva lá mesmo. Se você tiver dúvidas, consulte o site ou procure uma unidade especializada.

(Assessoria)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.