Médicos terceirizados suspendem atendimentos eletivos no HU de Cascavel

 Os médicos terceirizados suspenderam nesta quinta-feira (1º) os atendimentos eletivos no Hospital Universitário (HU) de Cascavel, no oeste do Paraná.

Com a paralisação, apenas os casos de urgência e emergência estão sendo atendidos.

Os profissionais dizem que só retomarão as atividades quando for feito o pagamento de julho.

Em uma reunião pela manhã com o reitor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), responsável pelo HU, eles também discutiram a renovação do contrato dos médicos terceirizados, que termina este mês.

Um concurso para a contratação de profissionais chegou a ser anunciado, mas foi cancelado por falta de planejamento.

Em nota, a Unioeste declarou que está buscando junto ao Governo do Estado uma solução para os problemas gerados com a suspensão das cirurgias eletivas e também com a indefinição de data para o concurso público.

Ainda segundo a universidade, o HU tem um corpo clínico formado por 187 médicos, sendo 49 docentes da Unioeste, oito concursados e 130 contratados como terceirizados.

(G1)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.