Magistrados argentinos que investigam subornos da Odebrecht embarcam para os EUA

Os juízes federais argentinos Sebastián Ramos, Marcelo Martínez De Giorgi, Daniel Rafecas e Sebastián Casanello, e os promotores federais Sergio Rodríguez e Franco Picardi viajam hoje (11) para os Estados Unidos. Eles integram uma delegação que investiga as denúncias de subornos pagos pela empreiteira brasileira Odebrecht na Argentina, para garantir a concessão de obras públicas durante o governo anterior, de Cristina Kirchner.

Eles vão se reunir com funcionários da Divisão Criminal do Departamento de Justiça, que é responsável por processar as violações à Foreing Corrupt Practices Act (Lei de Práticas Corruptas no Exterior) que criminaliza o suborno no exterior por empresas com base nos EUA.

Sobre o assunto, o ministro argentino da Justiça e Direitos Humanos, Germán Garavano, disse que os Estados Unidos têm “uma postura de cooperação muito forte com a Argentina”, o que possibilitou o encontro dos magistrados argentinos com os membros do Departamento de Justiça norte-americanos.

(Da Télam)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.