Em vistoria no primeiro carro, os PRFs encontraram 140 quilos de maconha e, dentro da quantia, skunk e haxixe (variações da maconha) no porta-malas e no assoalho. O traficante disse que foi contratado para pegar a droga em Paranhos (MS) e levar até Florianópolis (SC) e que trouxe a mãe para simular uma viagem em família.

O motorista do outro carro disse que foi contratado para fazer o trabalho de batedor da droga e que convidou os outros dois para dar um aspecto de viagem em família também.

Diante dos fatos, os cinco foram detidos e encaminhados, juntamente com a droga e os veículos, para a Polícia Federal de Guaíra, para o registro do crime de tráfico de drogas, que tem uma pena máxima de 15 anos de prisão.

Foto: Divulgação/PRF