Madril quer fim da dupla cobrança de iluminação pública em condomínios

Marcelino Duarte/Assessoria de Imprensa/CMC

Em Cascavel, a incidência da Contribuição de Custeio da Iluminação Pública (CIP) sobre o condomínio e também sobre as unidades residenciais que o compõem configuraria um caso de dupla tributação. Com esse entendimento, o vereador Policial Madril (PMB) apresentou uma indicação ao prefeito Leonaldo Paranhos, pedindo o fim dessa cobrança cumulativa.

Em sua proposição, o vereador pede ao chefe do Executivo que encaminhe à Câmara Municipal projeto de lei alterando a Lei nº 6.572/2015, que trata do lançamento e da cobrança da CIP. Para Madril, deve ser incluído na lei existente um dispositivo que vede claramente a incidência simultânea da CIP sobre o condomínio, que rateia o custo da energia elétrica entre as unidades, e sobre a conta de luz individual de cada unidade.

Assessoria de Imprensa/CMC

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.