Justiça manda dono de perfil no Facebook retirar fake news contra Paranhos

Montagem difamatória e caluniosa foi postada por um usuário da rede social Facebook e, caso não faça a retirada, ele pagará multa de R$ 5 mil por dia descumprido

Espalhar montagens com fake news (notícias falsas) por redes sociais pode significar dor de cabeça para aqueles que usam mentiras com o objetivo de prejudicar candidatos envolvidos no processo eleitoral.

Foi o que aconteceu com um internauta, que decidiu subir em seu perfil um vídeo que traz notícias falsas com o propósito de induzir o eleitor a acreditar que o candidato a prefeito Leonaldo Paranhos é ficha suja.

O juiz eleitoral Marcelo Carneval expediu liminar, na noite de ontem (16), que obriga o internauta a retirar a postagem, em 24 horas, e deixar de compartilhar o conteúdo, sob pena de pagar multa de R$ 5 mil por dia de descumprimento.

A sentença atinge também o Facebook Brasil.

Para o magistrado, as montagens no vídeo “retratam flagrante violação à legislação eleitoral, implicam na retirada de circulação do material danoso para manutenção da lisura na veiculação da propaganda eleitoral”.

O juiz afirmou ainda que o conteúdo, aparentemente, registra caráter calunioso e difamatório. Um dos exemplos citados pelo magistrado foi o fato de o autor da postagem se referir a Paranhos como “prefeito da pinguela do lago e das super lixeiras.”

O autor da postagem será notificado pela Justiça Eleitoral e terá dois dias para se defender dos ataques mentirosos proferidos contra Paranhos.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.