Julgamento de feminicídio realizado em Toledo termina com condenação de réu denunciado pelo MPPR a 16 anos de prisão

O Ministério Público do Paraná obteve a condenação a 16 anos de prisão em regime fechado de um homem acusado de feminicídio em Toledo, Oeste do estado. O crime foi praticado em julho de 2017 e causou muita repercussão na cidade – o réu matou a mulher a tiros, na casa da cunhada, com quem mantinha uma relação extraconjugal. O crime ocorreu na presença do filho do casal, então com seis anos.

O julgamento foi realizado nesta quinta-feira, 1º de agosto, e durou cerca de 12 horas. O MPPR sustentou a tese de homicídio duplamente qualificado – feminicídio e motivo fútil – o que foi integralmente aceito pelos jurados. O réu deixou o Plenário do Júri detido. Ele já se encontrava preso cautelarmente desde a época do crime.

(Fonte: MPPR)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.