Juiz não vê suspeição e se mantém no processo da Diplomata

O juiz Pedro Ivo Lins Moreira, que conduz o processo de recuperação judicial do Grupo Diplomata negou, em sentença, que seja considerado suspeito para conduzir os trabalhos conforme pretendia o empresário Alfredo Kaefer.

Para o magistrado, os só- cios do grupo empresarial “estão incomodados com o conteúdo das decisões proferidas”. Segundo o juiz, esta é a terceira vez que Kaefer tenta o afastar do processo.

Em seu despacho, o juiz disse que ao analisar a petição entendeu que os argumentos não preenchem os requisitos processuais mínimos. Em entrevista à Rádio CBN, Kaefer disse que vai recorrer ao Tribunal de Justiça do Paraná para afastar o juiz do processo.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.