Jair Rocha diz que patrulha rural vem em boa hora

Prefeito Jair Rocha assina o convênio que liberou as máquinas ( Foto:Jaelson Lucas / ANPr)

O prefeito de Cantagalo, Jair Rocha da Silva, que preside o Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável Rural e Urbano, da região Central do Paraná, esteve ontem em Curitiba nesta segunda-feira (29) quando o governador Beto Richa assinou um convênio para o repasse de máquinas da patrulha rural para municípios.

As máquinas serão usadas para recuperação de estradas rurais nos seis municípios que compõem o consórcio – Cantagalo, Boa Ventura de São Roque, Campina do Simão, Goioxim, Marquinho e Santa Maria do Oeste. Serão readequados aproximadamente 20 quilômetros de estradas.

“É uma forma mais justa de divisão. Se tivéssemos programado um tempo específico para cada município, se acabasse chovendo não seria possível fazer muito serviço”, disse Jair. “A patrulha vem em boa hora, porque estamos com muita necessidade de readequar nossas estradas, que foram muito prejudicadas com os danos causados pelas chuvas”, completou.

“É mais um exemplo da forte parceria que o nosso governo tem com todos os municípios paranaenses. Sabemos das dificuldades das prefeituras para fazer a manutenção destas estradas, que são municipais e essenciais para a população que mora no campo”, disse o governador.

Ele lembrou que as máquinas e equipamentos que formam as patrulhas são utilizados em adequação, readequação, manutenção e melhorias de estradas rurais, por onde escoa a produção agrícola e também passa o transporte escolar. “A readequação de estradas é muito importante, ainda mais neste momento de fortes chuvas, em que a deterioração é bem maior”, afirmou Richa.

 

Investimentos

O Governo do Estado está investindo cerca de R$ 43 milhões na compra de 16 patrulhas. Deste total, nove já foram adquiridas, dentro do programa Pró-Rural, executado pelo Governo do Paraná com financiamento do Banco Mundial. Outras sete estão em processo de licitação para serem compradas com recursos próprios do Estado.

O convênio com o Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável Rural e Urbano faz parte do primeiro lote, do programa Pró-Rural. O repasse das máquinas é feito por meio de termo de cessão de uso, válido por um período de dois anos.

O governador ressaltou que, em sua primeira gestão, 3,2 mil quilômetros de estradas rurais foram readequados por meio do programa Patrulha do Campo. “Com o sucesso, retomamos o programa e de uma maneira ainda melhor, com a aquisição das máquinas que disponibilizamos aos consórcios”, explicou.

 

Apoio

O secretário de Agricultura, Norberto Ortigara, explicou que, além de ceder os maquinários ao consórcio, o Governo do Estado também vai contribuir com a compra de combustível e manutenção dos equipamentos. “Os nove consórcios que fazem parte do Pró-Rural temos a possibilidade de disponibilizar recursos a fundo perdido para contribuir com parte das despesas dos maquinários”, disse.

De acordo com o secretário, o Paraná tem mais de 200 mil quilômetros de estradas rurais, que são de responsabilidade das prefeituras. “Nossa contribuição é no suprimento de equipamentos modernos que são entregues aos municípios organizados em consórcio”, afirmou.

desigualdades regionais.

As informações são da Agência Estadual de Notícias

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.