Igreja ucraniana completa 50 anos em Cascavel e recebe homenagem

Na sessão desta terça-feira (19) a Câmara entregou oficialmente aos representantes da igreja ucraniana votos de louvor e congratulações. A proposta foi apresentada pelos vereadores Gugu Bueno (PR) e Alécio Espínola (PSC).

A honraria foi recebida pelo padre Valter Volochen e reconhece a relevância da comunidade ucraniana para a Cascavel. Há 50 anos era lançada a pedra fundamental da igreja, em 1967 e de lá para cá a igreja tornou-se não apenas representativa para sua comunidade, mas também para a construção da história e da identidade de Cascavel.

“Além da igreja com arquitetura tipicamente bizantina, com cinco cúpulas, os ucranianos também mantêm viva a história através de seus grupos de dança e coral, que se apresentam em todo o Brasil”.

Os primeiros ucranianos chegaram a Cascavel, mais precisamente em Centralito, na década de 40. Vieram a procura de melhores condições de vida e trabalho. Junto trouxeram a cultura, as tradições ucranianas e principalmente a religião. “A religião, o rito e as tradições aparecem como necessidade vital, como algo que dá sentido ao mundo ucraniano”, explica o padre Valter.

“Nos colocamos a disposição para que os sonhos e os projetos dos ucranianos de Cascavel sejam realizados”, comentou o vereador Alécio Espínola, que destacou o trabalho que a comunidade faz para manter viva sua história e a sua memória.

Assessoria de Imprensa/CMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.