HU do Oeste inaugura UTI pediátrica, novas alas e núcleo de mama

A vice-governadora Cida Borghetti e o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, entregaram nesta quinta-feira (16), em Cascavel, novas alas e setores do Hospital Universitário do Oeste do Paraná, vinculado à Unioeste. Foram investidos R$ 3,8 milhões em obras de revitalização, compras de equipamentos e ampliação dos serviços do hospital.

“O Paraná é o Estado que mais investe em saúde pública no Brasil. Já são mais de R$ 18 bilhões aplicados desde 2011 em programas, obras, equipamentos que estão melhorando a vida de que mais precisa”, afirmou Cida.

As novas instalações do Hospital são a UTI pediátrica, nova ala de enfermaria, agência transfusional (responsável por receber e armazenar sangue já processado e pronto para a aplicação), núcleo da mama, serviço de verificação de óbitos regional, e o pronto socorro que teve a entrega da primeira etapa da ampliação.

ALA DE QUEIMADOS – Além das novas áreas, estão em andamento também outros investimentos do Estado, como a obra da ala de queimados e a construção da maternidade.

“O hospital é de extrema importância para a região Oeste do Paraná e vamos buscar avanços necessários para um bom atendimento à população”, afirmou a vice-governadora.

MAIOR – O Hospital Universitário do Oeste do Paraná atende 100% pelo SUS. São cerca de 67 mil consultas anualmente abrangendo os cerca de 2 milhões de habitantes da região.

Segundo o secretário da Saúde, Michele Caputo, o Governo do Estado está realizando o maior investimento da história na instituição. “São quase R$ 40 milhões aplicados em diversas áreas. Somente na nova maternidade, que atenderá gestações de alto risco, foram R$ 7 milhões”, afirmou.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, também participou do evento e destacou investimentos feitos no Hospital Regional do Oeste, em Toledo, o credenciamento para urgência e emergência, Rede Cegonha, SAMU e o atendimento aeromédico.

“Esperamos que o Paraná se estruture cada vez mais. O Estado tem feito grandes investimentos e o Governo Federal até agora auxiliou com mais de R$ 700 milhões, sendo que R$ 200 milhões são de custeio permanente para serviços prestados a comunidade”, disse.

Segundo o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, os avanços de Cascavel fazem parte de um conjunto de obras que acontece com o apoio do Governo do Paraná.

O diretor-geral do hospital e reitor da Unioeste, Paulo Sérgio Wolff, também reforçou a parceria do Estado, União e prefeitura. “Tenho certeza que com este apoio do governo federal, com estado e o município nós vamos acumular avanços e atender melhor às necessidades da saúde da região”.

BOX

Núcleo da Mama conta com equipamento digital

Também foi inaugurado o Núcleo de Mama do HU de Cascavel. A unidade conta com mamógrafo digital. O equipamento de alta tecnologia identifica nódulos de mama em casos suspeitos com rapidez e precisão. A unidade foi adquirida com recursos de emenda parlamentar de Cida Borghetti quando era deputada federal.

“Idealizamos estas unidades da mama e hoje elas já podem bem atender mulheres de toda esta região, possibilitando um tratamento avançado para a cura do câncer”, afirmou a vice-governadora. Os outros dois mamógrafos digitais adquiridos pelo Estado estão em Maringá e Londrina e já estão em funcionamento e um quarto está sendo comprado para Curitiba.

O mamógrafo permite marcar lesões não palpáveis por computador e realizar a biópsia do tecido lesado imediatamente. “Antes se levava três meses para identificar um nódulo, agora em Londrina e Maringá, que estão com mamógrafos digitais em funcionamento temos estudos que comprovam uma redução para menos de 14 dias”, explicou o secretário da Saúde, Michele Caputo.

PRESENÇAS – O evento também contou com a participação do deputado federal, Nelson Padovani, dos deputados estaduais, Márcio Pacheco e Adelino Ribeiro, do coordenador regional Oeste do Governo do Estado, Eliezer Fontana, e lideranças da região.

(AENotícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.