Gugu tem contas de campanha reprovadas pelo TRE

O presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel, Aldino Gugu Bueno (PR), teve suas contas de campanha desaprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

Gugu concorreu a uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná, mas não conseguiu se eleger. Ele ficou na suplência, mas é cotado para assumir um cargo no futuro governo de Ratinho Junior.

No fim da tarde desta sexta-feira (14), por unanimidade, a Corte reprovou as contas apresentadas, nos termos do voto do relator Jean Carlo Leeck.

Participaram do julgamento o desembargador Gilberto Ferreira, os juízes Pedro Luis Sanson Corat, Paulo Afonso da Motta Ribeiro, Antonio Franco Ferreira da Costa Neto e Jean Carlo Leeck. A procuradora regional eleitoral, Eloisa Helena Machadoores, também participou da sessão.

O advogado Adani Primo Triches, um dos defensores de Gugu, discorda de que houve desaprovação por unanimidade e diz que o que há é um parecer prévio de desaprovação de contas, mas ainda não há sentença.

“A gente só tem unanimidade quando nós temos votação pelo Pleno e a gente não teve isso ainda. Então a partir do momento quando tiver sentença desaprovando as contas, nós vamos recorrer para o Tribunal para aí sim ser analisada pelo Pleno. A gente tem plena convicção de que os vícios foram devidamente sanados, provavelmente de ordem técnica, não há nenhuma situação insanável nas contas do nosso deputado e a gente está tranquilo com relação ao recurso em eventual sentença de desaprovação”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.