Grupo paranaense vai instalar indústria e criar 650 empregos em Cambé

A instalação de uma indústria de alimentos vai gerar 650 empregos diretos em Cambé, na Região Metropolitana de Londrina, Norte do Paraná. O investimento de R$ 170 milhões é do Grupo Muffato e foi anunciado nesta sexta-feira (20) em evento com o governador Carlos Massa Ratinho Junior e o diretor da empresa, Everton Muffato, realizado na prefeitura de Cambé.

Líder no Estado no setor de supermercados, o grupo vai erguer o primeiro empreendimento industrial, chamado de Muffato Foods. O Governo  apoia, com a agilização do processo de liberação das licenças necessárias para a obra.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a confirmação do investimento e dos postos de trabalho na região de Londrina consolida um ano de recuperação da economia paranaense, com geração de emprego e renda e crescimento industrial.

“É um bom momento do Paraná. Estamos fazendo esse esforço de atrair indústrias desde o começo do mandato e esse trabalho se consolida com mais esse grande anúncio” afirmou Ratinho Junior.

O governador lembrou que o mais recente levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, divulgado quinta-feira (19), apontou a criação no Paraná de 74.075 empregos formais de janeiro a novembro deste ano.

Os números, reforçou Ratinho Junior, fazem do Paraná o quarto polo de emprego do País em 2019. O Estado se posiciona também como o líder no saldo de trabalhadores com carteira assinada do Sul (2.677.869 pessoas).

“Criar emprego é o nosso grande foco. Emprego é a melhor política social que existe. Trabalhar é a vocação do povo paranaense”, disse. Ele também destacou a atração de quase R$ 23 bilhões em projetos privados com capacidade para gerar mais empregos.

ALIMENTOS – Outro ponto destacado pelo governador é que o Paraná registrou o maior crescimento da produção industrial de alimentos do País no ano, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre janeiro e outubro de 2019 a evolução foi de 8,9% na comparação com o mesmo período do ano passado. “Um crescimento que segue padrão chinês”, disse ele.

APOIO – Responsável pela administração do Grupo Muffato, Everton Muffato também destacou o bom momento político no Estado. Segundo ele, a colaboração do setor público ajuda diretamente na atração de investimentos privados.

“O Paraná tem sido vanguarda, com bons indicadores. O cenário é muito favorável e as projeções positivas”, afirmou o empresário. “O Governo do Estado adota políticas mais típicas do setor privado na gestão pública, como a reforma administrativa, algo muito relevante”, complementou.

Para o prefeito de Cambé, José do Carmo Garcia, o anúncio do novo investimento colabora diretamente com o desenvolvimento do município, diversificando os setores responsáveis pela geração de emprego.

“Além dos empregos diretos, o investimento significa novos tributos, que voltarão para a população na forma de saúde, educação e outros serviços essenciais”, disse. “Por isso essa parceria com o Governo do Estado é importante para municípios como Cambé. Ajuda a encurtar a distância entre quem ganha mais e a população que mais precisa”, completou o prefeito.

CONSTRUÇÃO – A obra será erguida em duas etapas. A primeira, com foco no processamento de proteína animal, tem previsão para ficar pronta em 2020. A segunda, para processamento de proteína vegetal, começa a sair do papel logo em seguida. Ao fim da construção, a estimativa do Muffato aponta a abertura de 3 mil empregos diretos. O processo seletivo para a contratação de funcionários nesta etapa inicial começa em junho do ano que vem.

COMPLEXO – Com 61 lojas entre varejo e atacarejo, o Muffato é um grupo paranaense, tem 15 mil colaboradores diretos e também gera 10 mil empregos indiretos. Everton Muffaro explicou que a nova planta industrial em Cambé será erguida na Rodovia Mello Peixoto, km 164. O complexo ficará ao lado do centro de distribuição do grupo, já existente. A previsão é que o Muffato Foods produza 255 toneladas de alimentos por dia. Serão 40 mil metros quadrados e área construída.

(AENotícias)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.