Giacobo irá notificar Temer sobre chegada da denúncia contra o presidente

Caberá a Giacobo notificar Temer sobre a chegada da denúncia (Arquivo/AgênciaBrasil)

Recebido na manhã desta quinta-feira (29) pelo secretário-geral da mesa diretora da Câmara dos Deputados, Wagner Padilha, a denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer tem alguns ritos a seguir. O presidente da República deverá ser notificado ainda hoje sobre a chegada do pedido de investigação.

Pelo regimento interno da Câmara, cabe ao primeiro secretário da mesa, o deputado paranaense Fernando Giacobo (PR) notificar o presidente sobre a chegada da denúncia.

A partir da notificação, o presidente terá prazo de 10 sessões plenárias para se defender na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Caberá a essa comissão apreciar a admissibilidade do pedido da PGR. Concomitantemente à notificação de Temer, a denúncia terá de ser lida no plenário da Casa. Essa tarefa é da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), que é segunda secretária da mesa.

Com a chegada da denúncia à Câmara, a expectativa agora é para o anúncio do relator do processo. O presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), já sinalizou que não indicará um aliado do governo para a função.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.