Fontes continuam impróprias, mas placas foram vandalizadas

A Secretaria do Meio Ambiente de Cascavel reforça o alerta sobre a condição das águas das fontes localizadas na área urbana que continuam impróprias para o consumo humano. Logo após a divulgação das primeiras análises realizadas pela Fundetec ainda no início do ano, placas indicativas das condições impróprias foram instaladas nas fontes, porém, a maioria foi vandalizada e arrancada. “Em vários pontos recolocamos as placas, mas a ação dos vândalos tem dificultado o trabalho de alerta à população”, lamentou o Juarez Berté, secretário do Meio Ambiente.
As análise têm sido realizado sistematicamente pela Fundetec e não apresentaram modificação dos resultados que apontam a presença de coliformes totais (bactérias diversas) e fecais, em índices que indicam condição imprópria para o consumo. O presidente da Fundetec, Alcione Gomes também reforça o aviso para que as pessoas que insistem em utilizar a água destas fontes que “ferva antes de antes de consumir para evitar os possíveis problemas de saúde decorrentes desta contaminação”.
No final da tarde de ontem, Berté entregou documentação relativa as fontes ao prefeito Leonaldo Paranhos para que seja analisada e adotada as devidas providências.
Fontes impróprias:
Fonte do Santos Dumont
Fonte do Parque Vitória
Fonte do Jardim União
Fonte do Parque Tarquínio
Fonte do Santa Maria
Fontes dos Mosaicos
Fonte do Claudete
Fonte do Jardim Padovani
Fonte da Pedreira Municipal
Fonte do Jardim Floresta
Fonte dos Leões
Fonte da Ciclovia do Lago
Fonte da Rua da Bandeira
Fonte do Brasília
Fonte do Cascavel Velho
Fonte do Jardim Universitário
Fonte do Pacaembú
Fonte do Cataratas
Fonte da Rua das Azaléias

(SECOM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.