Eventual pedido de recuperação judicial da Odebrecht preocupa bancos

Tânia Rêgo/Agência Brasil

“Há preocupação, sim. Os bancos têm um crédito grande, mas felizmente estamos bem provisionados, com condições de enfrentar qualquer situação”, afirmou ao deixar o Ministério da Economia, após reunião com o ministro Paulo Guedes e os presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, e da Caixa, Pedro Guimarães.

 Segundo Novaes, o grupo Odebrecht deve cerca de R$ 9 bilhões ao Banco do Brasil.Questionado sobre o pedido de Guedes para “despedalar” os bancos públicos, Novaes disse que isso está sendo feito.

“Estamos agora na operação [de venda de participações] do IRB [Instituto de Resseguros do Brasil]  e da Neoenergia [empresa de energia integrada]”, disse.

BNDES

Também na saída do ministério, o presidente do BNDES disse que o banco continua engajado na tarefa de devolver recursos ao Tesouro Nacional e em investir em projetos de infraestrutura, como na área de gás e saneamento.

Afirmou que o banco devolverá “tudo o que puder” ao Tesouro. “Está cheio de coisa para a gente fazer. É ótimo que Congresso está acelerando a votação do [marco legal do] saneamento, [o que] vai trazer capital privado e melhorar a vida de milhões de brasileiros”, finalizou.

(Agência Brasil)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.