“Essa doença é terrível”, diz Nani Azevedo sobre Covid-19 e pede que todos se cuidem

Cantor classificou a  Covid-19 como uma doença “terrível” e disse que usar máscaras, higienizar objetos e mãos, além de manter distanciamento social são gestos de amor.
Cantor Nani Azevedo (Divulgação)
Nani Azevedo, um dos cantores evangélicos mais conhecidos do Brasil, pediu para que as pessoas tenham cuidado e façam o que for possível para evitar a propagação do coronavírus.
Nani segue internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) para tratar de complicações pós-covid-19 e, segundo nota divulgada na noite deste domingo (10), começou reagir bem ao tratamento.
Do hospital, ele enviou um texto onde classifica a Covid-19 como uma doença “terrível” e disse que usar máscaras, higienizar objetos e mãos, além de manter distanciamento social são gestos de amor.
Confira o texto na íntegra:
“Queridos irmãos, reconheço que essas palavras deveriam ter sido publicadas antes, mas ainda há tempo para se arrepender, pedir perdão, melhorar, e recomeçar.
Essa doença é terrível, é inexplicável. Por isso, eu peço aos irmãos que façam o que for possível (dentro da realidade de cada um) para evitar que esse vírus continue sendo propagado. Ninguém está imune, e nada é completamente inevitável. Porém, podemos tomar atitudes que diminuem os riscos.
Irmãos, amem-se uns aos outros. Amar é cuidar. E os gestos de amor e cuidado do nosso tempo incluem: usar máscaras, higienizar mãos e objetos, manter o distanciamento social evitando aglomerações e, quando possível, ficar em casa. Se cuidem e se protejam. Amar o próximo também é fazer o que estiver ao seu alcance para evitar que ele fique na situação na qual eu me encontro. É poupar nossos familiares, amigos, vizinhos, colegas, e irmãos em Cristo. É poupar os milhões de brasileiros que dependem do SUS. É poupar que mais vidas sejam ceifadas, e que mais famílias chorem.
Quando vivemos intencionalmente um amor sacrificial nos tornamos imitadores de Cristo e, assim, manifestamos a glória de Deus.
Continuem orando por mim, mas também orem pelas outras incontáveis vidas internadas nas UTIs, por quem depende do SUS, e pelas mais de 200 mil vidas perdidas e suas respectivas famílias. Orem pelos cientistas e médicos que cuidam tanto de nós e lutam contra o relógio para nos ajudar. Nunca deixem de orar.
Quando tudo isso passar, a gente volta a se abraçar. Enquanto isso, continuemos orando e adorando juntos, em espírito e em verdade.
A vida é um milagre, disso eu tenho certeza.
🎵 Se paz a mais doce me deres gozar
Se dor a mais forte sofrer
Oh! Seja o que for, Tu me fazes saber
Que feliz com Jesus sempre sou! 🎶

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.