Endemias realiza 12 inspeções em imóveis fechados e de acumuladores em cinco dias; restam 40

Iniciada no dia 17 de junho, a segunda etapa do Mutirão Água Boa – Cidade Limpa segue com o trabalho minucioso de vistoria, inspeção e recolhimento de resíduos em imóveis que foram cadastrados como fechados/abandonados ou de acumuladores durante a primeira fase da ação em toda a cidade. Em cinco dias de atividades, agentes de endemias conseguiram inspecionar 12 dos 52 locais cadastrados, cuja atuação dos servidores tem respaldo no Decreto 14.743, de 3 de abril de 2019, o qual assegura ao Município a entrada forçada e com a presença de chaveiro e de força policial em imóveis historicamente fechados e de difícil acesso para o controle de Endemias e que colocam em risco a saúde pública.

Dos 12 locais inspecionados, seis são de acumuladores, três recicladores, um ferro velho, um terreno baldio (cercado e fechado) e uma área de invasão. Em alguns desses a remoção de entulhos demandou até dois dias de trabalho. As equipes de endemias contam com apoio também do grupo do Mutirão.

Boletim da dengue

Hoje (26) também a Secretaria de Saúde divulgou novo boletim com atualização dos dados da dengue em Cascavel. Até o dia 24 de junho, o Município contabilizou 1.133 casos positivos da doença. São 3.206 notificações, com 1.103 casos descartados e 825 aguardam resultado ou coleta de exame. Outros 145 casos suspeitos foram considerados inconclusivos, pois o paciente não realizou a coleta de exames e não foi possível fechar o caso pelo critério clínico epidemiológico. Segundo o boletim, permanece o registro de três óbitos por dengue em Cascavel.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Beatriz Tambosi, explica que o Mutirão surtiu efeito positivo no combate à dengue em nossa cidade (gráfico abaixo), contudo, mesmo com o clima frio e chuvoso, é preciso redobrar os cuidados básicos para eliminação dos focos do mosquito transmissor da dengue, pois o Município continua registrando casos e o apoio da população no combate ao vetor transmissor é fundamental para evitar novos casos da doença.

grafico dengue em cascavel_jpg

“É importante que os moradores realizem inspeção semanal nas residências, verificando possíveis locais que possam acumular água, como calhas, ralos de banheiros não utilizados, vasos sanitários em desuso, vasos e pratos de plantas, pratos de alimentação dos animais de estimação, reservatório de água da geladeira e ar condicionado, acondicionamento incorreto de resíduos sólidos (lixo), garrafas pet e de vidro, lajes, cacos de vidros em cima de muros, plantas que acumulam água, caixas de água e tonéis de armazenamento de água de chuva, plantas que acumulam água, piscinas não utilizadas frequentemente devem ser limpas e tratadas corretamente, entre outros.

(SECOM)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.