Emprego cresce em Laranjeiras do Sul, mas tem queda em Guarapuava

Laranjeiras do Sul e Guarapuava tiveram realidades distintas no mês de maio quando o assunto é geração de emprego. Enquanto em Laranjeiras os números referentes ao mês de maio divulgados hoje (28) pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) aponta  uma variação positiva de 0,15%, em Guarapuava o índice foi negativo e ficou em – 0,77.

Em maio, Laranjeiras do Sul gerou sete empregos com carteira assinada, resultado da diferença entre as 223 contratações e 216 demissões. Os setores que mais empregaram em Laranjeiras do Sul foram o comércio que abriu 15 vagas e a indústria da transformação, que inclui os frigoríficos, que empregou 11 pessoas. O descompasso ficou por conta do setor de serviços que fechou 23 vagas.

Guarapuava

Já em Guarapuava os números mostram que em maio foram contratadas 1.307 trabalhadores, mas, por outro, lado, 1.601 foram demitidas, resultando em um saldo negativo de 294 postos de trabalho que foram fechados. O setor que mais desempregou foi a agropecuária que fechou 198 vagas, seguido pelo comércio que demitiu 133 trabalhadores. Os setores que mais abriram vagas foram o de serviços (64 vagas) e construção civil (60).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.