Cortes de gratificações e insalubridades atingirão 844 servidores

Os cortes de gratificações e adicionais de insalubridades dos servidores do Município de Cascavel atingirão 844 servidores, principalmente do setor de saúde.

A medida, segundo a prefeitura, é necessária para se adequar às normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho e evitar possíveis ações trabalhistas ou representações contra o Município no Tribunal de Contas do Paraná.

O Departamento de Gestão de Pessoas informou que a medida foi tomada após um laudo técnico e, por ser uma decisão administrativa de gestão, não houve necessidade de discutir com os conselhos.

O laudo técnico foi elaborado após um estudo realizado por um engenheiro de segurança médico do trabalho vinculados à uma empresa contratada para esse fim.

Números

Com a implantação da medida, 347 servidores deixarão de receber em razão do ambiente de trabalho que não se apresentou insalubre conforme laudo técnico; 104 servidores dentistas deixarão de receber periculosidade e receberão insalubridade e 393 servidores passarão a receber de forma sazonal dos cargos de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias.

Os principais cargos avaliados em seus respectivos ambientes de trabalho são: atendente de serviços em saúde, agente administrativo, assistente social, psicólogo e atendente de farmácia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.