Copel mantém equipes de eletricistas para atender desligamentos

No Paraná, um total de 135 mil unidades consumidoras estavam desligadas até a tarde desta quinta-feira.  Em Curitiba o número baixou para 14 mil.

A Copel mantém mais de mil eletricistas em campo nesta quinta-feira (02) para atender os desligamentos provocados pelo temporal de terça-feira. Algumas equipes de Londrina foram deslocadas para Curitiba, uma vez que a região Leste é uma das mais atingidas.

O atendimento está sendo prioritário a serviços públicos essenciais e a consumidores que precisam de suporte de vida em suas casas. Muitos trechos da rede de energia estão demandando serviços complexos de recomposição, por causa do alto número de árvores e postes caídos e fios danificados. Desde às 10h do dia 30 de junho, 1,8 milhão de unidades consumidoras foram alternadamente afetadas no Estado (38% do total de unidades consumidoras atendidas pela Copel).

No Paraná, são no total 135 mil unidades consumidoras desligadas na tarde desta quinta-feira. E segue o alerta vermelho para as regiões Leste (84 mil unidades desligadas), Centro-Sul (36 mil) e Oeste (17 mil). Norte e Noroeste permanecem sem incidentes graves, com 4,8 mil e 4,5 mil desligamentos, respectivamente.

CURITIBA E RMC – O número de unidades consumidoras sem energia na capital baixou para 14 mil. Os bairros mais atingidos são Cidade Industrial, Bacacheri, Fazendinha, Campo Comprido, Uberaba, Pinheirinho, Alto da Glória e Bom Retiro.

Na Região Metropolitana, Campo do Tenente segue com 3 mil desligamentos e Rio Negro com 1,3 mil. Em Mandirituba e Quitandinha, as unidades sem energia permanecem 4 mil em cada município, enquanto Adrianópolis está com 1,5 mil desligamentos e São José dos Pinhais, que foi uma das localidades mais atingidas na RMC, está com 10 mil desligamentos. No Litoral, Guaraqueçaba (3,5 mil), Morretes (4,3 mil) e Antonina (1,9 mil) são os municípios mais afetados.

IMPACTO DA TEMPESTADE  – Devido a complexidade dos serviços, a previsão para religar varia caso a caso, de acordo com a dimensão das avarias provocadas pelo temporal na localidade em questão e do tipo de manutenção requerida.

A Copel alerta que, em situações com postes quebrados ou fios rompidos, é importante manter uma distância segura. Os desligamentos em circuitos de média tensão, que são os de maior extensão, são automaticamente identificados pela Companhia. Já a falta de luz em trechos menores e situações de risco devem ser comunicadas pelo cliente. A comunicação de falta de luz pode ser feita pelo aplicativo para celulares, ou enviando um SMS para o número 28593, com as letras “SL” e o número da unidade consumidora.

(AENPR)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.