Consumidor poderá instalar dispositivo para conferir marcação do hidrômetro

Com a provável aprovação do Projeto de Lei nº 52/2020, que deve acontecer na sessão de terça-feira (04), os consumidores residenciais, comerciais e industriais de Cascavel terão garantido o direito de instalarem dispositivos na rede de água que permitam comparar o consumo real com o que é marcado no hidrômetro. A proposição, que é subscrita por 20 vereadores e tem o apoio do presidente Alécio Espínola (PSC), foi aprovada por unanimidade na primeira votação, nesta segunda-feira (03).

O projeto tem como objetivo, segundo os autores, “garantir a efetivação do direito à propriedade”, assegurando total liberdade para que proprietários possam dispor de seus imóveis sem a interferência de terceiros. Conforme o texto legal, os consumidores podem instalar equipamentos e efetuar alterações na tubulação hidráulica e nos cavaletes de entrada de água, depois dos hidrômetros em direção ao interior dos imóveis. A mesma proposição determina que a Sanepar não pode se opor a essas modificações nos imóveis situados no município de Cascavel.

Assessoria de Imprensa/CMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.