Confiança dos empresários de serviços cresce em junho,diz FGV

Elza Fiúza/Arquivo/Agência Brasil

O Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 2,2 pontos de maio para junho e chegou a 91,2 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Com isso, o indicador recupera parte das perdas sofridas nos últimos quatro meses.

Em junho, a alta da confiança atingiu empresários de nove das 13 atividades de serviços pesquisadas pela FGV.

A principal alta foi observada no Índice de Expectativas, que mede a confiança dos empresários no futuro e que cresceu 3 pontos, para 95 pontos. O Índice da Situação Atual, que mede a confiança no presente, cresceu 1,2 ponto, para 87,5 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) do setor cresceu de 82% em maio para 82,6% em junho.

Segundo o economista da FGV Rodolpho Tobler, os empresários estão calibrando suas expectativas e ainda não conseguem perceber uma recuperação significativa do momento atual. Ele acredita que não é possível vislumbrar uma retomada mais forte do setor de serviços nos próximos meses.

(Agência Brasil)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.